Marcadores

quinta-feira, fevereiro 26, 2015

BIOGRAFIA-JOSE MAURO VASCONCELOS

jose-mauro-vasconcelos1

José Mauro de Vasconcelos
 jose-mauro-de-vasconcelos-95th-birthday-5887830446309376-hp(Rio de Janeiro, 26 de fevereiro de 1920 — São Paulo, 24 de julho de 1984)  foi um escritor brasileiro.
José Mauro nasceu de família portuguesa, que havia migrado para São Paulo. Os pais tinham tão poucos recursos que ele, ainda criança, teve de se transferir para o Rio Grande do Norte, onde foi criado pelos tios em Natal.
Captura00r
Ingressou na Faculdade de Medicina da capital potiguar, abandonando o curso no segundo ano, retornando ao Rio de Janeiro a fim de conseguir melhores oportunidades. Ali, trabalhou como carregador de bananas numa fazenda do litoral do estado. Foi instrutor de boxe e devido ao belo porte físico, também como modelo pictórico. Há uma estátua sua, do escultor Bruno Giorgi, no Monumento à Juventude, na antiga sede do Ministério da Educação. Em São Paulo, foi garçom de boate. Obteve uma bolsa de estudos na Espanha, mas não suportou a vida acadêmica. Abandonou os estudos depois de uma semana, preferindo percorrer a Europa. Dentre as atividades que desempenhou uma das mais importante que exerceu foi junto aos irmãos Villas-Bôas pelos rios da região do Araguaia, conhecendo o ambiente inóspito e lutando pelos índios  .
2
Estava amadurecido o homem José Mauro, e o resultado disso foi seu livro de estreia, o romance Banana Brava, de 1942, onde reflete o mundo dos homens do garimpo. Mas a obra não alcançou bons resultados na época, apesar de algumas críticas favoráveis. Rosinha, Minha Canoa, de 1962, marca seu primeiro sucesso. No livro Meu Pé de Laranja Lima, de 1968, seu maior sucesso editorial, serve-se de sua experiência pessoal para retratar o choque sofrido na infância com as bruscas mudanças da vida. Foi escrito em apenas doze dias.
9788506046791

Biografia 

José Mauro de Vasconcelos tinha nas veias sangue de índio e de português. Nasceu em Bangu, bairro do Rio de Janeiro, e passou a infância em Natal, onde foi criado com muito sol e muita água. Aos nove anos de idade aprendeu a nadar, e com prazer relembrava os dias de contentamento, quando se atirava às águas do Potengi, quase na boca do mar, a fim de treinar para as provas de grande distância. Com frequência ia mar adentro, protegido por uma canoa, porque a barra de Natal estava sempre infestada de tubarões. Ganhou vários campeonatos de natação e como todo garoto, gostava de futebol e de subir em árvores.
Mas o esporte não constituía sua única preocupação. Depois do primário, aos 10 anos de idade já cursava o primeiro ano do curso ginasial, que terminou cinco anos mais tarde. Nessa época, já conhecia os romances de Graciliano Ramos, Paulo Setúbal e José Lins do Rego7.
Depois do ginásio, os estudos de José Mauro como autodidata foram sempre feitos à base de trabalho. Seu primeiro emprego, dos dezesseis aos dezessete anos, era treinador de lutadores peso-pluma; recebia 100 cruzeiros (velhos) por luta no Rio de Janeiro. Aos 18 anos saíra de Natal para ganhar o mundo: no Rio de Janeiro, trabalhou numa fazenda emMazomba, perto de Itaguaí, carregando banana. Depois, foi viver como pescador no litoral fluminense, onde não ficou por muito tempo, partindo em seguida para o Recife. Ali, exerceu o cargo de professor primário num núcleo de pescadores. Da capital pernambucana, José Mauro saiu para começar um incessante vai-vem, de Norte ao Sul e vice-versa, permanecendo um pouco em cada lugar, para em seguida se enveredar pelo sertão e viver entre os índios.
023
Dotado de prodigiosa capacidade inata de contar histórias, possuidor de fabulosa memória, candente imaginação e volumosa experiência humana, José Mauro não quis ser escritor, foi obrigado a sê-lo. Os seus romances, como lavas de um vulcão, foram lançados como que para fora, porque transbordava de emoções. Ele tinha de escrever e de contar coisas.
Autor de belos romances, tinha método originalíssimo. De início, escolhia os cenários onde se movimentariam seus personagens. Transportava-se então para o local, onde realizava estudos minuciosos. Para escrever Arara Vermelha, percorreu cerca de 450 léguas no sertão bruto.
Em seguida, José Mauro dava asas à sua fantasia e na imaginação construía todo o romance, determinando até mesmo as frases da dialogação. Tinha uma memória que durante longo tempo, lhe permitira lembrar dos mínimos detalhes do cenário estudado. "Quando a história está inteiramente feita na imaginação", revelava o escritor, "é que começo a escrever. Só trabalho quando tenho a impressão de que o romance está saindo por todos os poros do corpo. Então vai tudo a jato".
978-85-06-06564-8
1507-1
Com o seu sistema de ficar dormindo na pontaria até que o livro todo estivesse "escrito" na imaginação, contava José Mauro que ao pôr-se em ação, na fase material de bater à máquina, tanto fazia escrever os capítulos, um após outro, como dar saltos. "Isso", explicava o escritor, "porque todos os capítulos estão já produzidos cerebralmente. Pouco importa escrever a seqüência, como alterar a ordem. No fim dá tudo certinho".
Artista de cinema e de televisão, José Mauro trabalhou em diversos filmes, como Modelo 19, que lhe valeu o prêmio Saci como melhor ator coadjuvante, Fronteiras do Inferno, Floradas na Serra, Canto do Mar, do qual escreveu o roteiro, Na Garganta do Diabo, obtendo o prêmio Governador do Estado como melhor ator, A Ilha, conseguindo o prêmio de melhor ator pela Prefeitura, e culminando com Mulheres & Milhões, sendo laureado com o Saci de melhor ator do ano. Dos seus livros, Meu Pé de Laranja Lima, Vazante e Arara Vermelha foram filmados, assim como Rua Descalça.
9789728202071

Crítica 

Conquanto dono de uma literatura leve e agradável, tendo feito grande sucesso junto ao público, a importância do trabalho de José Mauro não é devidamente reconhecida no Brasil.
A crítica francesa Claire Baudewyns afirma que há algo "qui confère aux œuvres de José Mauro de Vasconcelos une poésie particulière née de l’alchimie entre monde réel et monde imaginaire." ("que confere às obras de José Mauro de Vasconcelos uma poesia particular, nascida da alquimia entre o mundo real e o mundo imaginário"3 , numa tradução livre)

Morte 

José Mauro de Vasconcelos morreu de broncopneumonia  , em 24 de julho de 1984, aos 64 anos, em São Paulo.
a2012-01-2411-36-05

obra 


  • Banana Brava (1942)
  • Barro Blanco (1948)
  • Longe da Terra (1949)
  • Vazante (1951)
  • Arara Vermelha (1953)
  • Arraia de Fogo (1955)
  • Rosinha, Minha Canoa (1962)
  • Doidão (1963)
  • O Garanhão das Praias (1964)
  • Coração de Vidro (1964)
  • As Confissões de Frei Abóbora (1966)
  • Meu Pé de Laranja Lima (1968)
  • Meu Pé de Laranja Lima (1968)
  • Rua Descalça (1969)
  • O Palácio Japonês (1969)
  • Farinha Órfã (1970)
  • Chuva Crioula (1972)
  • O Veleiro de Cristal (1973)
  • Vamos Aquecer o Sol (1974)
  • A Ceia (1975)
  • O Menino Invisível (1978)
  • Kuryala: Capitão e Carajá (1979)
0

Meu Pé de Laranja Lima

Meu Pé de Laranja Lima   ou O Meu Pé de Laranja Lima   é um romance juvenil, escrito por José Mauro de Vasconcelos e publicado em 1968. Foi traduzido para 52 línguas e publicado em 19 países  Foi adotado em escolas e, posteriormente, adaptado para o cinema,televisão e teatro. Ganhando inclusive um Google Doodle, em homenagem ao aniversário do autor (26 de fevereiro), em 2015.
3
Enredo
Este livro retrata a história de um menino de cinco anos chamado Zezé, que pertencia a uma família muito pobre e muito numerosa. Zezé tinha muitos irmãos, a sua mãe trabalhava numa fábrica, o pai estava desempregado, e como tal passavam por muitas dificuldades, pelo que eram as irmãs mais velhas que tomavam conta dos mais novos; por sua vez, Zezé tomava conta do seu irmãozinho mais novo, Luiz. Nesse ele tem um pé de laranja lima onde tem as maiores aventuras de sempre.
4
Adaptações
O livro foi adaptado pela primeira vez em 1970, quando um filme dirigido por Aurélio Teixeira foi lançado;4 Três novelas baseadas na obra foram criadas: em 1970, exibida pela TV Tupi;5 em 1980, exibida pela Rede Bandeirantes; e em 1998, de novo exibida pela Rede Bandeirantes.6 Em 2003, Meu Pé de Laranja Lima foi publicado na Coreia do Sul, em forma de quadrinhos, numa edição com 224 páginas ilustradas. Em 2012, uma nova versão cinematográfica dirigida por Marcos Bernstein foi produzida e exibida durante o Festival do Rio;7 a estreia foi em 19 de abril de 2013.
9789728202095

26 DE FEVEREIRO NA HISTORIA

000
26 DE FEVEREIRO
26 de fevereiro (AO 1945: 26 de Fevereiro) é o 57.º dia do ano no calendário gregoriano. Faltam 308 para acabar o ano (309 em anos bissextos).

12

Eventos históricos 

  • 364 - Valentiniano I é proclamado Imperador romano.
  • 1266 - Batalha de Benevento: O exército liderado por Carlos IConde de Anjou, derrota as tropas combinadas da Alemanha e Sicília, liderada pelo Rei Manfredo da Sicília.
  • 1815 - Napoleão Bonaparte escapa da Ilha de Elba.
  • 1848 - É proclamada a Segunda República Francesa.
  • 1860 – Descoberta do Cometa Olinda, por Emmanuel Liais. O cometa foi o primeiro a ser descoberto em solo brasileiro.
  • 1916 – Estreia, em Lisboa, a peça A Maluquinha de Arroios.
  • 1935 - Adolf Hitler ordena que a Luftwaffe seja reformada, violando os termos do Tratado de Versalhes.

34
  • 1952 – O primeiro-ministro britânico Winston Churchill anuncia que o Reino Unido já possui a bomba atómica.
  • 1975 – É publicada em Portugal a "Lei de Imprensa."
  • 1980 - Egito e Israel estabelecem relações diplomáticas.
  • 1992 – Aprovada a Bandeira do Daguestão.
  • 1993 – Primeiro atentado taliban contra o World Trade Center.
  • 2001 – No Afeganistão, os taliban destroem as duas estátuas gigantes de Buda de Bamyan.
  • 2004 – O presidente macedónio Boris Trajkovski morre num acidente de aviação perto de Mostar, na Bósnia e Herzegovina.
  • 2009 - Iniciam-se as emissões do canal noticioso português TVI24, com a apresentação do Jornal do Dia

1214

Nascimentos 

  • 1361 – Venceslau de Luxemburgo, rei da Boémia (m. 1419).
  • 1564 – Christopher Marlowe, dramaturgo inglês (m. 1593).
  • 1587 – Stefano Landi, compositor italiano (m. 1639).
  • 1671 – Anthony Ashley-Cooper, 3º Conde de Shaftesbury, político e filósofo inglês (m. 1713).
  • 1672 – Antoine Augustine Calmet, teólogo francês (m. 1757).
  • 1715 – Claude Adrien Helvétius, filósofo francês (m. 1771).
  • 1770 – Anton Reicha, compositor tcheco (m. 1836).
  • 1786 – François Arago, matemático francês (m. 1853).

2415
  • 1802 – Victor Hugo, escritor francês (m. 1885).
  • 1808 – Honoré Daumier, pintor e escultor francês (m. 1879).
  • 1829 – Levi Strauss, desenhista de roupas alemão (m. 1902).
  • 1842 – Camille Flammarion, astrônomo e espírita francês (m. 1925).
  • 1846 – Buffalo Bill, pioneiro e oficial estadunidense (m. 1917).
  • 1857 – Émile Coué, psicólogo francês (m. 1926).
  • 1861 – Rei Fernando I da Bulgária (m. 1948).
  • 1868 – Venceslau Brás, presidente do Brasil (m. 1966).

1718
  • 1879 – Frank Bridge, compositor inglês (m. 1941).
  • 1882 – Husband Kimmel, almirante na Marinha dos Estados Unidos da América e comandante da frota do pacífico na época do ataque japonês a Pearl Harbor (m. 1968).
  • 1885 – Aleksandras Stulginskis, presidente da Lituânia (m. 1969).
  • 1887
    • Grover Cleveland Alexander, jogador de baseball dos Estados Unidos (m. 1950).
    • William Frawley, ator estadunidense (m. 1966).
  • 1893 – I. A. Richards, crítico literário inglês (m. 1979).
  • 1902 – Albert Anastasia, gangster italiano (m. 1957).
  • 1907 – Dub Taylor, ator estadunidense (m. 1994).
  • 1908 – Tex Avery, cartunista estadunidense (m. 1980).

2122
  • 1909 – Rei Talal da Jordânia (m. 1972).
  • 1912 – Dane Clark, ator norte-americano (m. 1998).
  • 1914 – Robert Alda, ator estadunidense (m. 1986).
  • 1916 – Jackie Gleason, ator, escritor, compositor e comediante estadunidense (m. 1987).
  • 1918 – Theodore Sturgeon, escritor estadunidense (m. 1985).
  • 1920 - José Mauro de Vasconcelos, escritor brasileiro (m. 1984).
    • Mason Adams, ator estadunidense.
    • Rie Mastenbroek, nadador holandês (m. 2003).
  • 1920 – Tony Randall, ator estadunidense (m. 2004).
  • 1921 – Betty Hutton, atriz estadunidense.

2627
  • 1924 – Noboru Takeshita, político japonês (m. 2000).
  • 1927 – Tom Kennedy, apresentador de programas estadunidense.
  • 1928
    • Fats Domino, músico estadunidense.
    • Anatoli Filipchenko, cosmonauta russo.
  • 1929 – Yara Lins, atriz brasileira (m. 2004).
  • 1932 – Johnny Cash, cantor estadunidense (m. 2003).
  • 1934 – Robert Novak, colunista político estadunidense.
  • 1935 – Cícero Sandroni, jornalista e escritor brasileiro.
  • 1935 – Dorval Rodrigues, ex-futebolista brasileiro.
  • 1936 – José da Cruz Policarpo, religioso português.

2528
  • 1941 – Tony Ray-Jones, fotógrafo britânico (m. 1972).
  • 1943 – Bill Duke, ator e diretor estadunidense.
  • 1944 – Déo Rian, músico brasileiro.
    • Maria Creuza, cantora brasileira
  • 1945 – Marta Kristen, atriz norueguesa.
  • 1946 – Ahmed H. Zewail, químico egípcio, que já recebeu o Prêmio Nobel.
  • 1947 – Sandie Shaw, cantor britânico.
  • 1950 – Helen Clark, primeira-ministra da Nova Zelândia.
29
  • 1951
    • Altay Veloso, cantor e compositor brasileiro.
    • Lee Atwater, operador político estadunidense (m. 1991).
  • 1953 – Michael Bolton, cantor estadunidense.
  • 1954 – Recep Tayyip Erdogan, primeiro-ministro da Turquia.
  • 1956
    • Keisuke Kuwata, cantor japonês.
    • Michel Houellebecq, novelista francês.
    • Giampaolo Mazza, treinador da Seleção São-Marinhense de Futebol.
    • Milan Babić, político sérvio (m. 2006).

  • 1957 – Keena Rothhammer, nadadora americana, campeã olímpica.
  • 1961 – Louis-Paul Mfédé, ex-futebolista camaronês.
  • 1962 - Domingos Montagner, ator brasileiro
  • 1964 – Mark Dacascos, ator norte-americano.
  • 1965 - Hernán Díaz, ex-futebolista argentino.
  • 1966 – Navarro Montoya, ex-futebolista colombiano.
  • 1967
    • Kazu Miura, futebolista japonês.
    • Paulo Pires, ator português.

    • Paulo Pires, ator português.
  • 1970 – Fitzroy Simpson, ex-futebolista anglo-jamaicano.
  • 1971
    • Erykah Badu, cantora estadunidense.
    • Max Martin, produtor musical e compositor sueco.
  • 1973
    • Marshall Faulk, futebolista estadunidense.
    • Ole Gunnar Solskjær, ex-futebolista norueguês.
    • Jenny Thompson, nadador estadunidense.
  • 1974 - Sébastien Loeb, piloto francês de ralis.
  • 1975 - Radka Kovaříková, patinadora artística tcheca.
  • 1976 – Mauro Lustrinelli, futebolista suíço.
  • 1978
    • Marc Hynes, piloto inglês de corridas.
    • Mohammed Noor, futebolista saudita.
    • Abdoulaye Diagne-Faye, futebolista senegalês.

    • Abdoulaye Diagne-Faye, futebolista senegalês.
  • 1979
    • Corinne Bailey Rae, cantora inglesa.
    • Pedro Mendes, futebolista português.
  • 1982
    • Sidrailson, futebolista brasileiro.
    • Na Li, tenista chinesa.
  • 1983 - Pepe, futebolista luso-brasileiro.
  • 1984 - Alex De Angelis, motociclista samarinês.
  • 1985
    • Makelele, futebolista brasileiro.
    • Fernando Llorente, futebolista espanhol.
    • Mike Robertson, snowboarder canadense.
    • Sanya Richards, atleta norte-americana.

    • Sanya Richards, atleta norte-americana.
  • 1986
    • Jean-Philippe Sabo, futebolista francês.
    • Leila Lopes (modelo), Modelo Angolana,foi coroada como Miss Universo 2011 em São Paulo.
  • 1987
    • Julia Bond, atriz norte-americana.
    • Ricardo Noir, futebolista argentino.
  • 1989
    • Gabriel Obertan, futebolista francês.
    • Jair Baylón, futebolista peruano.
  • 1991
    • CL, cantora sul-coreana

Falecimentos 

  • 1154 – Rogério II da Sicília, 1º Rei da Sicília.
  • 1525 – Cuauhtémoc, último imperador asteca.
  • 1770 – Giuseppe Tartini, compositor, violinista e pedagogo italiano (n. 1692).
  • 1883 – Miguel Ângelo Lupi, pintor português (n. 1826).
  • 1889 - Madre Paula Montalt, freira e santa cristã.
  • 1902 – Baptista de Andrade, oficial da Marinha Portuguesa (n. 1811).
  • 1903 – Richard Jordan Gatling, inventor norte-americano (n. 1818).

  • 1936 – Jaime de Magalhães Lima, escritor e filósofo português (n. 1859).
  • 1954 – William Ralph Inge, escritor britânico (n. 1860).
  • 1961 – Rei Mohammed V de Marrocos (n. 1909).
  • 1992 – Older Cazarré, ator e dublador brasileiro (n. 1935).
  • 2004 – Boris Trajkovski, presidente macedónio.
  • 2010 - Nujabes, compositor japonês (n. 1974).
  • 2014
    • Paco de Lucía, guitarrista espanhol (n. 1947).
    • Loureiro Neto, político e radialista português radicado no Brasil (n. 1952).

Feriados e eventos cíclicos 

Dia do Comediante – Brasil
PERSONAGENS_CHICO_ANYSIO_

Santos do dia 

  • Porfírio de Gaza – bispo de Gaza, (m. 420).
Capturar