Marcadores

terça-feira, setembro 13, 2016

PELAS TUAS CURVAS- Wagner Bernardes


Pelas suas curvas
Pelas suas curvas,
minhas mãos passeiam por tuas sinuosidades.
Como ondas turvas sob a tempestade
são minhas mãos trêmulas sobre minha outra metade.
Meu coração que bate, acelera o ritmo
á cada minuto que permaneço contigo.
Acendes minha vontade de me manter vivo
atiças minha libido.
Como chuva de verão sobre o espaço tranquilo,
derramo sobre ti toda minha paixão e fúria que trago comigo.
Você nem imagina o que meu olhar esconde
quando assim você me corrompe.
Pelas suas curvas,
percorri os átrios da perdição.
e descobri, de uma forma nada branda
o que é paixão...
WAGNER BERNADES