Marcadores

sábado, agosto 27, 2016

GALHO DE MANGUEIRA AMILTON LELO


GALHO DE MANGUEIRA AMILTON LELO
A minha cama é um galho de mangueira
Onde passo a noite inteira na mais triste solidão
Enquanto eu durmo neste galho de mangueira
Quem foi minha companheira dorme com outro em meu colchão
Enquanto eu durmo neste galho de mangueira
Quem foi minha companheira dorme com outro em meu colchão
Infelizmente eu não tenho onde Dormir
Eu nunca vi uma vida triste
Durmo num galho da mangueira orvalhada
Para não ver a enxurada passar por cima de mim
Durmo num galho da mangueira orvalhada
Para não ver a enxurada passar por cima de mim

Infelizmente eu não tenho onde Dormir
Eu nunca vi uma vida triste
Durmo num galho da mangueira orvalhada
Para não ver a enxurada passar por cima de mim
Durmo num galho da mangueira orvalhada
Para não ver a enxurada passar por cima de mim