Marcadores

sábado, maio 31, 2014

Sport Club Corinthians Paulista FINAL

corinthians-2000

Sport Club Corinthians Paulista FINAL

GALERIA DE IMAGENS AQUI

A conquista da América e o segundo Mundial (2011-2013)

Em 2011, a equipe foi eliminada logo na primeira fase da Copa Libertadores da América, diante da equipe colombiana Deportes Tolima. Após um vice-campeonato no Campeonato Paulista, o Corinthians conquistou o seu quinto título nacional no Campeonato Brasileiro de 2011, no mesmo dia em que Sócrates, um dos maiores ídolos da história do clube, havia falecido. 
Mantendo o elenco-base pentacampeão nacional, o Corinthians iniciou a temporada disputando o Campeonato Paulista e a Libertadores. Pelo torneio estadual, o clube alvinegro fez a melhor campanha na primeira fase da competição, mas acabou eliminado na primeira partida dos mata-matas pela Ponte Preta. Já na competição sul-americana, a história foi diferente para o alvinegro do Parque São Jorge, que conquistou pela primeira vez o cobiçado torneio, batendo adversários como Cruz AzulVasco da GamaSantos e, na final,Boca Juniors, sagrando-se campeão em grande estilo, de forma invicta.     
Focado e se preparando para o Campeonato Mundial de Clubes da FIFA, no Japão, o clube terminou o Campeonato Brasileiro em sexto lugar. Na disputa do Mundial, o Corinthians passou pelo campeão africano Al-Ahly, por 1 a 0, gol doperuano Paolo Guerrero, na semifinal do torneio.107 108 Decidindo o título contra o Chelsea, o alvinegro superou ocampeão europeu, também por 1 a 0, com mais um gol de Paolo Guerrero, sagrando-se pela segunda vez campeão mundial da FIFA.   
No ano seguinte, o Corinthians manteve praticamente a mesma base do ano anterior e se reforçou com contratações, como as de Renato Augusto e Alexandre Pato, e foi apontado como favorito em todas as competições que iria disputar. No entanto, apesar de ter conquistado o Campeonato Paulista  e a Recopa Sul-Americana (ao bater o São Paulo),    o alvinegro não foi bem nos principais torneios da temporada. O clube do Parque São Jorge acabou eliminado nas oitavas-de-final da Libertadores pelo Boca Juniors    (em uma disputa marcada por equívocos de arbitragem do paraguaioCarlos Amarilla          ) e nas quartas de final da Copa do Brasil pelo Grêmio,  além de apenas uma décima colocação no Campeonato Brasileiro. Ao final da temporada, a diretoria anunciou a saída de Tite e a volta de Mano Menezes ao comando do clube, desta vez com a missão de reformular o elenco corintiano consagrado de 2012. 

Volta de Mano e a Arena Corinthians (2014-presente)

No primeiro torneio oficial disputado pelo Corinthians em 2014, o Campeonato Paulista, o clube teve um desempenho ruim e acabou eliminado ainda na primeira fase.  Em seu pior momento, o alvinegro teve uma sequência de quatro derrotas e uma invasão de torcedores ao centro de treinamento,  embora tenha se recuperado tardiamente com cinco vitórias nos últimos sete duelos. 
Em março, o elenco corintiano fez seu primeiro treino no novo estádio construído em Itaquera. 

Cores e símbolos

Oficialmente, a primeira camisa do Corinthians teria a cor bege, em homenagem aotime inglês homônimo. A camisa de 1910 tinha detalhes em preto nas mangas, barra e gola. Os calções eram brancos e feitos com sacos de farinha. Entretanto, para o jornalista Celso Unzelte, pesquisador da história do time, seria muito improvável que o clube, na época pobre e humilde, tivesse recursos financeiros para comprar uniformes que não fossem brancos, e mesmo a fotografia mais antiga do time, do Campeonato Paulista de 1913, mostra os os jogadores vestindo camisas e calções brancos. 
Incontroverso é o fato de que, a partir de 1920, o Corinthians passou a jogar com camisa branca e calção preto, quando a diretoria conseguiu dinheiro para comprá-los. Desde então, tornaram-se o uniforme oficial.    A partir deste modelo, encontra-se registro das primeiras versões alternativas do uniforme, registradas em partidas específicas.  Somente em 22 de dezembro de 1946 que os atletlas do clube entrariam em campo com camisas numeradas, em um amistoso contra o Club Atlético River Plate, no Estádio do Pacaembu.134 Em 1949, o clube usou uma camisa grená em um amistoso contra a Portuguesa de Desportos, como uma forma de prestar homenagem ao elenco doTorino Football Club da Itália, que foi vitimado em um acidente de avião contra a Basílica de Superga, em Turim.   
No final de Agosto de 2010, o Corinthians lançou no Parque São Jorge a camisa em comemoração ao centenário do clube, que foi utilizada como uniforme titular nas partidas em casa até o final do Campeonato Brasileiro daquele ano. A camisa remete ao primeiro uniforme utilizado pelo Corinthians em 1910, com a cor bege e no escudo as lestras "CP", fazendo referencia ao primeiro escudo utilizado pelo clube.136

Uniforme dos jogadores

  • Uniforme Titular: Camisa branca, calção preto e meias brancas.
  • Uniforme Reserva: Camisa preta, calção branco e meias pretas.
  • Terceiro Uniforme: Camisa amarela, calção pretoe meias amarelas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
1º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
2º Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
3º Uniforme

Uniformes dos goleiros

  • Camisa amarela, calções e meias amarelas.
  • Camisa cinza, calções e meias cinzas.
  • Camisa azul, calções e meias azuis.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes de treino

  • Camisa branca, calção e meias pretas;
  • Camisa azul, calção e meias azuis.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
CORINTHIANS-ESCUDO-1

Escudo

Ao contrário da camisa, o escudo do Corinthians passou por várias alterações ao longo dos anos. Enquanto o Corinthians disputava apenas amistosos e torneios de futebol de várzea, a camisa não tinha distintivo. O primeiro foi criado às pressas para o jogo contra o Minas Gerais, válido pela eliminatória para a Liga Paulista de Foot-Ball de 1913, e levava apenas as letras "C" e "P" (de Corinthians e Paulista) enlaçadas.137 Esse escudo seria usado até o ano seguinte, quando Hermógenes Barbuy, litógrafo e irmão do jogador Amilcar, criou o primeiro escudo oficial, elaborando uma moldura para as letras e acrescentou o "S" (de Sport), que estreou no amistoso contra o Torino (Itália), em São Paulo. 
Pouco tempo depois, a moldura fica maior e, a partir de 1919, o distintivo começava a ganhar o formato atual, com a bandeira do Estado de São Paulo ao centro. Em 1937, o presidente Getúlio Vargas baixou o Estado Novo e fez uma cerimônia pública com a queima das bandeiras de todos os Estados da federação, pois queria governo forte e centralizado. A bandeira paulista só sobreviveu dentro do escudo do Corinthians. Após a queda do regime, uso de símbolos regionais foi liberado.137 Em 1939, o escudo ganhou uma corda que rodeia o círculo, mais os dois remos e a âncora, em alusão ao sucesso do clube nos esportes náuticos. O desenho foi criado pelo pintor modernista Francisco Rebolo, que foi jogador do segundo quadro do Corinthians na década de 1920. Depois disso, o símbolo corintiano passou por pequenas alterações ao longo do tempo, como na bandeira e na moldura.137
Em 1990, foi adicionada a primeira estrela em referência ao primeiro título brasileiro. O mesmo foi feito com as conquistas de 19981999 e 2005, além de uma estrela maior e que fica acima das demais, em homenagem à conquista do Mundial da FIFA de 2000. Em 2011 a diretoria do Corinthians resolveu remover todas as estrelas do distintivo do clube.139 Abaixo, a evolução dos escudos, desde a fundação até os dias atuais:


Evolução do Escudo do Sport Club Corinthians Paulista
1913 1914 1915 1915 1916-1919 1919-1939 1939-1979 1980-Presente
SCCorinthians Paulista 1910.png SCCorinthians Paulista 1914.png Corinthians Paulista 1914-16.png Corinthians Paulista 1916.png Corinthians Paulista 1916-19.png Corinthians simbolo.png


O mosqueteiro e São Jorge

O Corinthians adotou o "mosqueteiro" como seu mascote. Há duas versões sobre a origem do mascote corintiano.    A primeira seria por conta do clube ter pleiteado uma vaga na Liga Paulista de Futebol em 1913, da qual apenas participavam AmericanoGermânia eInternacional - como os personagens Athos, Porthos e Aramis, do romance "Os Três Mosqueteiros", escrito pelo francês Alexandre Dumas, em 1844.   Como havia outros pretendentes à vaga, o Corinthians teve de disputar uma seletiva contra o Minas Gerais (do Brás) e o FC São Paulo (do Bixiga), outros dois grandes da várzea paulistana. Após ter vencido as duas equipes, o Corinthians garantiu o direito de disputar a Divisão Especial da Liga, ganhando da imprensa o apelido de D'Artagnan, o quarto mosqueteiro.    
Uma segunda versão para a utilização do "mosqueteiro" como mascote corintiano surgiu em1929, quando o Corinthians venceu o Barracas (Argentina), por 3 a 1.  Foi a primeira vitória do clube paulista em partidas internacionais e que ganhou destaque nas páginas do jornal "A Gazeta", com o título dado pelo jornalista Tomás Mazzoni"O Corinthians venceu com "fibra de mosqueteiro"". Esta versão é adotada oficialmente pelo clube e pelos historiadores, comoCelso Unzelte.137
Além do mascote, o Corinthians tem bastante apego a São Jorge. Depois de comprar o campo do Parque São Jorge, em 1926, o Corinthians adotou o santo como seu padroeiro. O clube construiu uma capela em homenagem a São Jorge dentro de sua sede social. 
Oração de São Jorge

Eu andarei vestido e armado, com as armas de São Jorge.
Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem,
tendo mãos não me peguem,
tendo olhos não me enxerguem,
nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.
Armas de fogo o meu corpo não alcançarão,
facas e lanças se quebrem sem ao meu corpo chegar,
cordas e correntes se quebrem sem ao meu corpo, amarrar.

Patrocinadores

A partir da década de 1980, a publicidade estava liberada nas camisas de futebol, mas o Corinthians não conseguia encontrar patrocinadores. Era o período da Democracia Corintiana, e a camisa estampou nas costas a frase "Dia 15, vote!", embalado pelas eleições diretas para governador em 1982.  Naquele mesmo ano, a empresa de material esportivoTopper exibia o seu logo no lado direito da camisa e, na final do Campeonato Paulista, contra o São Paulo, exibiu nas costas - como exigia a legislação da época - o patrocínio da Bombril. Em 1983, a Cofap foi a primeira marca a ocupar também a frente da camisa, a partir do Campeonato Paulista. Em 1984, para renovar o contrato do ídolo Sócrates, o clube contou com ajuda de uma empresa Corona, que assim conseguiu mantê-lo, mas, em troca, pintou um chuveiro na parte frontal da camisa. 
A partir de 1985, passou a ser patrocinado pela Kalunga, em acordo que perdurou até 1994. Desde então, o clube mudou de patrocínio constantemente. Na era Ronaldo, o clube manteve um contrato com o "Grupo Hypermarcas", além de ter vendido outros espaços da camisa para outras empresas. Atualmente, o banco estatal brasileiro Caixa é o principal patrocinador do clube, após ter fechado um acordo em novembro de 2012 para estampar sua logomarca até dezembro de2014,  além de ter a Nike como fornecedora do material esportivo até 2022. 
SaoJorge

Estádios

Pacaembu

Com o crescimento do número de torcedores, o Corinthians passou a atuar em estádios maiores, e em especial, o clube consolidou uma relação com oEstádio Paulo Machado de Carvalho, que pertence ao município de São Paulo e é mais conhecido como Estádio do Pacaembu. Cerca de 50 mil torcedores estiveram presentes na inauguração do estádio em 28 de abrilde 1940. A preliminar foi disputada entre Palestra Itália e Coritiba. Em seguida, o jogo de fundo entre Corinthians, então atual tricampeão paulista, e Atlético Mineiro, vencida pelos corintianos por 4 a 2. 
O Pacaembu foi inaugurado como o maior estádio da América Latina, com capacidade para 70 mil pessoas.  Em 1942, pouco mais de 70 mil pessoas foram ao estádio para assistir à partida entre Corinthians e São Paulo, em especial pelo atacante Leônidas da Silva, ídolo são-paulino e considerado o melhor jogador brasileiro em sua época.  O jogo acabou empatado em 3 a 3 e o público daquele jogo jamais foi batido no estádio. Atualmente, o Pacaembu tem capacidade para receber até 40 mil espectadores. 

Arena Corinthians em Itaquera

Desde que se considera o Parque São Jorge como uma casa aquém para a grande torcida do Corinthians, sempre houve muitos projetos,  mas nunca foram levados à frente.  . Em 27 de agosto de 2010 foi anunciada a construção de um novo estádio pela construtora Odebrecht com capacidade prevista de 48.000 pessoas e um valor estimado de R$ 350 milhões. Ainda no mês de agosto de 2010, a CBF e o Governo de São Pauloanunciaram o estádio como a sede paulista para a Copa do Mundo de 2014e possível palco da abertura do mesmo.151 Porém, para que possa ser sede da abertura, a capacidade do estádio deve ser ampliada para cerca de 68.000 assentos, já que a capacidade mínima estabelecida pela FIFA para uma abertura de Copa do Mundo é de 65.000 assentos.  No dia 30 de Maio de 2011, começaram as obras do estádio, em Itaquera; atualmente o Estádio já conta com as arquibancadas do lado leste concluídas e com as outras áreas avançadas. Embora o ex-presidente Andrés Sanchez tenha afirmado que o estádio estará pronto em Setembro de 2013,  a construtora mantém como prazo de entrega a data de Dezembro de 2013.

Parque São Jorge

O Estádio Alfredo Schürig, mais conhecido como Fazendinha e Parque São Jorge é um estádio de propriedade do Corinthians. Com capacidade para 18.000 pessoas hoje o estádio é utilizado para jogos do time de Futebol Americano do clube, o Corinthians Steamrollers.
Foi construído entre 1926 e 1928 através da ajuda financeira dos sócios do clube  . Em sua inauguração foi realizado um amistoso entre Corinthians e América-RJ  , a partida terminou empatada em 2x2. O sistema de iluminação foi inaugurado só em 1961 numa grande apresentação do Timão contra o Flamengo, vitória alvinegra por 7x2.
A última partida da equipe profissional ocorreu no dia 3 de agosto de 2002, um amistoso contra o Brasiliense vencida por 1x0 pelo Corinthians. Atualmente, o Parque São Jorge é usado para treinamentos e jogos de categorias menores. A diretoria tem a ideia de reformá-lo, mas os planos não saem nunca do papel. 

CT Joaquim Grava

Inaugurado em setembro de 2010, o CT Joaquim Grava é o centro de treinamento da equipe profissional do clube. Batizado em homenagem ao principal idealizador do projeto, o CT é considerado um dos mais modernos do mundo.1
Ao lado do CT Joaquim Grava, o Corinthians prentede construir um centro de treinamento para os atletas formados na base do clube. O projeto prevê três campos oficiais (105x68m) em grama natural e um campo menor de grama sintética, um alojamento para 152 atletas e ainda refeitório e cozinha, além de uma mini-escola com duas salas de aula e um auditório.155 . O novo centro deve ser batizado com o nome de CT Ronaldo Luís Nazário de Lima, em homenagem ao ídolo do clube.

Memorial

Inaugurado em janeiro de 2006, pouco tempo depois da conquista do quarto campeonato brasileiro pelo clube, o Memorial do Corinthians está localizado na sede social do clube, no Parque São Jorge.
O espaço apresenta a história do clube através de videos, fotos e espaços que mostram ambientes reais do mundo do futebol.156 Além das diversas taças expostas, o local possui espaços temáticos para as conquistas do Paulista de 1977 , a conquista da Libertadores invicta de 2012 e também um espaço dedicado para as duas taças do Mundial da FIFA.

Torcida



A torcida do Corinthians é chamada carinhosamente de "Fiel". De acordo com uma série de Institutos de pesquisas, como Ibope e Datafolha, além da Revista Placar, o Timão possui entre 27 e 33 milhões de torcedores espalhados pelo país, levando-se em conta brasileiros com 10 ou 16 anos de idade e mais, tendo a segunda maior torcida no Brasil, atrás nacionalmente somente doFlamengo.   Todavia, pesquisas de abrangência nacional mais recentes apontam um forte crescimento da torcida corintiana nos últimos anos, reduzindo a distância em relação aos rubro-negros cariocas.   Pelos dados doDataFolha, em 2012, que considera torcedores a partir de 16 anos de idade (em um universo de 193,9 milhões de brasileiros), são 30,1 milhões de corintianos em todo o Brasil, enquanto a última pesquisa do Ibope, em 2010, que leva em conta torcedores com 10 anos e mais de idade, estimava 21,7 milhões de alvinegroscarbone. 
Somente no Estado de São Paulo, estão concentrados cerca de 15 milhões de corintianos. Com isso, o time do Parque São Jorge supera o número de torcedores somados de São Paulo e Palmeiras - os seus dois maiores rivais.  Outros 10 milhões de "fieis" estão espalhados pelo resto do Brasil. Os corintianos lideram na região Sudeste do Brasil  EmMinas Gerais, o "Timão" tem mais de um milhão de torcedores e é a quarta maior torcida nesse Estado - atrás somente deCruzeiroAtlético-MG e Flamengo.  No Sul do país, os corintianos só ficam atrás das torcidas de Grêmio e Internacional.  Só no Paraná, estado no qual o Corinthians é o time mais popular, são mais de 1,8 milhões de alvinegros
Fora das regiões Sul/Sudeste, o Corinthians consolida-se como segundo time mais popular do país.159 Na soma das regiões Centro-Oeste e Norte, os corintianos também ficam com o segundo posto de torcida mais popular.159 O mesmo acontece no Nordeste brasileiro.159 Os corintianos têm forte presença de torcedores em Estados como Pernambuco (segundo pesquisa o Ibope, são quase 700 mil torcedores, que só perdem para os três times locais: Sport RecifeSanta Cruz e Náutico; já o DataFolha coloca como a segunda maior torcida do Estado),  Ceará, com mais de 500 mil torcedores e atrás deFortalezaCeará e Flamengo.164 165 Na Bahia, o Corinthians conta com mais de um milhão de torcedores, sendo superado somente pelo BahiaVitória e Flamengo.idarijko2 
Um dos momentos mais marcantes protagonizados por seus torcedores ocorreu em 1976, na semifinal do Campeonato Brasileiro daquele ano, quando dezenas de milhares de corintianos foram ao Rio de Janeiro para assistir ao jogo no Estádio do Maracanã. O acontecimento ficou registrado na história como a "Invasão Corintiana".  Este também foi o maior público registrado em uma partida envolvendo o alvinegro no maior estádio do Brasil.  Outro evento marcante que contou com forte apoio de torcedores corintianos foi no Mundial de Clubes da FIFA de 2012, quando mais de 20 mil "fieis" foram acompanhar o clube na sede do torneio, no Japão.  .
O recorde de publico nos dois principais estádios do Estado de São Paulo, o Morumbi e o Pacaembu, foram registrados em partidas com a presença do Corinthians. No dia 9 de outubro   de 1977, mais de 146 mil pessoas assistiram ao duelo entre Corinthians e Ponte Preta, o segundo das finais do Campeonato Paulista daquele ano.  Pelo Campeonato Brasileiro, o maior público no estádio também é corintiano e a marca foi estabelecida em 6 de maio de 1984, no duelo entre Corinthians e Flamengo, válido pelas quartas-de-final da competição.176 No Pacaembu, o Corinthians reina soberano com nove dos dez maiores públicos da história do estádio.  O recorde de público no Pacaembu foi o clássico entre Corinthians e São Paulo, em 1942, que teve mais de 70 mil espectadores
Marco_fundaçao_corinthians

Torcidas organizadas

O Corinthians tem como principais Torcidas Organizadas a Gaviões da Fiel, aCamisa 12, a Pavilhão 9 e a Estopim da Fiel. Fundada em 1969, a Gaviões da Fiel é a maior delas e possui mais de 90 mil sócios.178 Gaviões e Camisa 12 têm rivalidade histórica, pois a segunda nasceu de uma divisão entre diretores da primeira, dois anos depois da fundação da Gaviões.  Hoje, existe uma divisão por razões políticas dentro da própria Gaviões da Fiel. Em jogos do clube como mandante, as quatro maiores torcidas corintianas cantam geralmente suas próprias músicas. Ss letras cantadas pelos integrantes da Gaviões da Fiel sobressaem-se sobre as demais torcidas uniformizadas corintianas, devido ao maior número de integrantes e constumam ser acompanhadas pelos outros torcedores, normalmente não-vinculados a qualquer facção, espalhados pelo estádio. 
Fora do estádio, as organizadas têm participando efetivamente da vida político-administrativa do Corinthians. Um dos casos mais notórios desta participação ocorreu na queda de Alberto Dualib, na década de 2000, que estava há mais de 15 anos no poder corintiano. Outros episódios já incluíram pressão e até ameaças sobre jogadores, entre os quais hostilidades contra atletas e invasão do Parque São Jorge durante a reapresentação do time após a queda na Copa Libertadores da América de 2000    e um protesto que culminou em agressões contra funcionários e ameaças a atletas em uma invasão ao CT Joaquim Grava em 2014
Palestra_Itália_x_Corinthians_-_Anos_20

Rivalidades

Derby Paulista

Corinthians e Palmeiras (antigo Palestra Itália) mantêm uma das mais antigas rivalidades do futebol brasileiro. O clássico entre os clubes é conhecido como "Derby Paulista". O termo foi criado pelo jornalista Tomás Mazzoni, de A Gazeta Esportiva, por ser um jogo difícil de apontar o vencedor, como eram as corridas de cavalo disputadas em Epsom (no Reino Unido), chamada de "Derby". O primeiro confronto aconteceu 6 de maio de 1917, com vitória palestrina por 3 a 0. Já a primeira vitória do Corinthians aconteceu na sexta partida entre os dois times, disputada em 3 de maio de 1919, por 3 a 0 (gols de Américo, Garcia e Roverso).  Com inúmeros duelos decisivos ao longo da história (Campeonato PaulistaTorneio Rio-São PauloCampeonato Brasileiro, e Taça Libertadores da América), é considerado um dos clássicos de maior rivalidade do futebol brasileiro. 

Majestoso

Outra grande rivalidade no futebol paulista é o clássico entre Corinthians e São Paulo Futebol Clube. O duelo é conhecido como "Majestoso", alcunha também dada pelo jornalista Tomás Mazzoni. O primeiro jogo entre as duas equipes (na época, os são-paulinos eram o São Paulo da Floresta) ocorreu no Estádio Alfredo Schürig (Fazendinha), em 25 de maio de 1930, e acabou vencido pelos corintianos pelo placar de 2 a 1. Como São Paulo Futebol Clube, a primeira partida ocorreu em1936, também na Fazendinha e com nova vitória corintiana, desta vez por 3 a 1 (três gols de Teleco). Contra o São Paulo, o Corinthians decidiu vários estaduais, além da final do Campeonato Brasileiro de 1990, o Torneio Rio-São Paulo de 2002e a Recopa Sul-Americana de 2013.

Clássico Alvinegro

roberto
O clássico entre Corinthians e Santos é chamado de "Clássico Alvinegro" em referência às cores dos dois clubes. O primeiro duelo entre as equipes aconteceu em 22 de junho de 1913, no Parque São Jorge (que à época não pertencia aos corintianos, e acabou em 6 a 3 para o time do litoral). A primeira vitória corintiana veio no quarto confronto, em 26 de agosto de 1917, por 3 a 0, no Estádio da Vila Belmiro. Em decisões de campeonato, os dois alvinegros mediram forças algumas vezes pelo Campeonato Paulista e uma vez pelo Campeonato Brasileiro, de 2002. Recentemente, estas duas equipes disputaram a semifinal da Copa Libertadores de 2012, na qual o time da capital se classificou para a decisão do torneio.

Clássico dos Invictos

Duelo menor entre as maiores rivalidades corintianas, o confronto entre Corinthians vs Portuguesa é também conhecido como o "Clássico dos Invictos". O primeiro jogo entre os dois times foi realizado no dia 12 de junho de 1921, peloCampeonato Paulista daquele ano, e terminou com goleada alvinegra por 5 a 0. Os grandes duelos entre ambos ocorreram especialmente durante a primeira metade da década de 1950.

Outros confrontos

  • Corinthians vs. Flamengo
  • Corinthians vs. Vasco da Gama
  • Corinthians vs. Fluminense
  • Corinthians vs. Atlético Mineiro
  • Corinthians vs. Ponte Preta
W 2