Marcadores

sábado, agosto 31, 2013

Biografia,Melinda Patrice Clarke (atriz)


Melinda Patrice Clarke (24 de Abril de 1969) é um atriz americana mais conhecida por suas atuações nas séries de TV Xena: Warrior Princess e The O.C..

Vida pessoal

Melinda é filha de uma dançarina, Patrícia, e um ator, John, ela tem um irmão Joshua, e uma irmã falecida em 1994 vítima de tumor cerebral. Em 28 de junho de 1997, ela se casou com o ator Ernie Mirich, com quem teve uma filha, Kathryn Grace. Atualmente, os três vivem em Beverly Hills, na California.

Carreira

Com 18 anos, Melinda se mudou para Los Angeles, onde foi modelo em várias agências antes de seu primeiro trabalho na TV, Days of our Lives, em 17 episódios.


Em 1995, ela fez uma audição para o papel de Xena na série de TV Xena: Warrior Princess, mas a vencedora foi a neozelandesa Lucy Lawless, Melinda acabou fazendo uma aparição em dois episódios da segunda temporada da série, em 1998. Logo depois ela co-estrelou na série Soldier of Fortune, entre 1997 e 1998.


Melinda fez pequenas aparições em várias séries, como Firefly, Charmed e Seinfeld. Em 5 de agosto de 2003 ela fez uma pequena aparição na série The O.C. a recepção do público foi tão grande que ela assinou contrato com a produtora, FOX, para atuar até o fim, sua última participação na série ocoreu em 22 de fevereiro de 2007.

Em 2008, Melinda se tornou uma das voluntárias no Young Storytellers Foundation, que se dedica a formar novos atores e artistas nos Estados Unidos.

Malibu Stacy (2012)
The Vampire Diaries (2010)
The Last Airbender (2010)
Made (2009)
Chuck (2008)
88 Minutes (2007)
Tales of Ba Sing Se (2006)
Entourage (2006)
Strange Days (2006)
CSI: Crime Scene Investigation (2001-2006)
Pirates of the Third Reich (2006)
Lady Heather's Box (2003)
Slaves of Las Vegas (2001)
Mission: Impossible - Operation Surma (2003)
Firefly (2003)
Heart of Gold (2003)
Matriculated (2003)
The Animatrix (2003)
The District (2002-2003)
Bloodlines (2003)
Tremors (2003)
Night of the Shriekers (2003)
The O.C. (2003-2007)
Everwood (2002)
Explicit Activities (2002)
Convictions (2002)
Still Life (2002)
The Greenhouse Effect (2002)
Till Death Do Us Part (2002)
Charmed (2002)
Siren Song (2002)
First Monday (2002)
Pilot (2002)
Cold Sweat (2002)
Dynamite (2002)
Com for Murder (2002)
Enterprise (2001)
Broken Bow: Part 1 (2001)
Broken Bow: Part 2 (2001)
Nash Bridges (1997-2000)
End Game (2000)
Out of Chicago (1997)
The Pretender (2000)
Meltdown (2000)
Buffy: The Vampire Slayer (1998)
Soldier of Fortune, Inc (1997)
Spawn (1997)
Sliders (1997)
This Slide of Paradise (1997)
Seinfeld (1997)
The Muffin Tops (1997)
Xena, a Princesa Guerreira (1997)
Critics and Other Freaks (1997)
Soldier of Fortune (1997)
La Lengua Asesina (1996)
Mulholland Falls (1996)
Strange Luck (1996)
Stning Strikes (1996)
Return to Two Moon Junction (1995)
Heaven Help Us (1994)
The George Carlin Show (1994)
George Helps Sidney (1994)
Out for Blood (1993)
Return of the Living Dead III (1993)
Young Goodman Brown (1993)
Jake and the Fatman (1991)
Every Time We Say Goodbye (1991)
Hot Under the Collar (1991)
Days of Our Lives (1995)
Taylor (1989-1990)

sexta-feira, agosto 30, 2013

Biografia,Ronaldinho Gaúcho


Ronaldinho Gaúcho

Ronaldo de Assis Moreira, mais conhecido como Ronaldinho Gaúcho ou simplesmente Ronaldinho (Porto Alegre,  de março de 1980), é um futebolista brasileiro que atua como meia e atacante. Atualmente, joga no Clube Atlético Mineiro, time pelo qual ganhou a Bola de Ouro da Revista Placar de 2012.

Uma de suas marcas registradas é o aspecto dentuço e por usar uma faixa na cabeça após adotar os cabelos longos. Extremamente habilidoso e muito preciso em seus chutes e passes, é considerado por muitos especialistas como o futebolista mais talentoso de sua geração e do mundo.4 5 Venceu o prêmio de Melhor jogador do mundo pela FIFA em 2004 e 2005, época em que viveu o grande auge de sua carreira.

Infância e Juventude

Na infância, a sua principal diversão era brincar com a bola, junto dos seus melhores amigos. Com sete anos começou a jogar na escola de futebol infantil do Grêmio Football Porto-Alegrense.  Aos oito anos teve que suportar o falecimento do seu pai e recebeu apoio de sua mãe, irmã e de seu irmão mais velho como figura paterna. 
Desde pequeno, Ronaldinho já demonstrava habilidade com a bola, como se pode ver em vídeos caseiros da sua família.12 Entre seus ídolos, além do seu irmão Assis, encontram-se Rivaldo e Ronaldo (com os quais ganhou a Copa do Mundo de 2002), Valdo, Romário, Zico, Rivelino, Maradona e Pelé.


                                                Carreira

                                            O início no Grêmio
A carreira profissional de Ronaldinho iniciou-se no time do Grêmio, tendo como seu primeiro treinador Celso Roth.  Em 1997 havia ganho o título sub-17 jogando pelo time.  Sua primeira aparição como profissional ocorreu em 1998 na Copa Libertadores, onde logo sua habilidade e seu grande domínio de bola começaram a ser notados pelos clubes. Além da consagração no jogo contra a Seleção Venezuelana pela Copa América, Ronaldinho também brilhou nas finais do Campeonato Gaúcho de 1999, quando fez o gol do título para o Grêmio contra o Internacional (time arqui-rival do Grêmio), além de, audaciosamente, ter realizado dribles maliciosos sobre o tetracampeão Dunga. Sua atuação nessa final foi um importante fator para sua convocação à Seleção Brasileira pelo então técnico Vanderlei Luxemburgo. Um fato curioso sobre a convocação é que Ronaldinho foi convocado depois que o técnico da seleção cortou Edilson da equipe nacional por ter provocado e se envolvido em uma briga pelo Corinthians na final do Campeonato Paulista contra o Palmeiras.

Disputou 141 partidas e marcou 68 gols pelo Grêmio, contando partidas oficiais e amistosos. Alguns o consideram a maior revelação do Grêmio desde Renato Gaúcho. Sobre Ronaldinho, o ex-zagueiro gremista Scheidt não poupou elogios:
Eu vi o Ronaldinho crescer e se tornar profissional no Grêmio. Estava lá em 1998 e todos no clube falavam que ele seria craque um dia. Ele tinha até um tratamento diferenciado. Já mostrava habilidade com a bola nos pés, mas ainda faltava a experiência.    
— Scheidt, ex-zagueiro do Grêmio.

A transferência para a Europa
O PSV Eindhoven já tinha levado Romário e Ronaldo rumo ao sucesso na Europa. Cabia a Ronaldinho Gaúcho a tarefa de seguir os mesmos passos dos craques quando o clube francês Paris Saint-Germain fez uma proposta de 7 milhões de euros pelo jogador. Mas, com o craque na equipe, o Grêmio tinha aumentado a venda de camisas, bilhetes e lugares-cativos no estádio; assim, recusou a proposta, tendo recusado também posteriormente as recebidas de empresários italianos de 60 milhões e de 75 milhões de reais do Leeds United, da Inglaterra.
O clube gaúcho conseguiu segurar o jogador até 2001, quando o contrato ia só até Fevereiro desse ano e a família, juntamente com o jogador, decidiram que estava na hora de ir para a Europa. Enquanto as propostas continuavam a chegar ao clube, o Grêmio insistia em manter Ronaldinho no clube, fazendo questão de, inclusive, colocar uma faixa no Estádio Olímpico dizendo que o craque não estava à venda.


                                     Sem o aval do clube, o jogador assina um pré-contrato às escondidas e parte para o Paris Saint-Germain sem o Grêmio obter qualquer contrapartida pelo seu passe, mesmo tendo dito que adoraria ficar no clube neste mesmo período em que já tinha assinado o pré-contrato com o Paris Saint-Germain. Tal disputa faz com que Ronaldinho seja visto como o maior prejudicado perante o clube e os adeptos, tendo-se iniciado uma longa batalha judicial entre o Grêmio e o clube francês, o que deixa Ronaldinho sem jogar durante meses, voltando a jogar só em Agosto, pelo Paris Saint-Germain.

Paris Saint-Germain
Durante sua passagem pelo Paris Saint-Germain, Ronaldinho teve problemas com o treinador Luis Fernández, pois este alegava que Ronaldinho estava freqüentando demais a vida noturna parisiense, e deixando o futebol de lado. Ele desenvolveu uma reputação de obter desempenho brilhante contra as maiores equipes, mas de não jogar bem contra as equipes pequenas.Depois de 2002 da Copa do Mundo, tendo demonstrado o seu valor na cena internacional, não houve falta de interesse de grandes clubes. Em 2003, Ronaldinho deixou claro que queria deixar o PSG, depois do time não ter conquistado nenhum título. Após várias propostas de clubes europeus, dentre eles estava o Manchester United, mas o clube que acabou ganhando a batalha para ter os seus serviços foi o Barcelona.

Barcelona
Em 19 de julho de 2003, o presidente do Barcelona, Joan Laporta, adquiriu o passe de Ronaldinho por 21 milhões de euros. Ronaldinho disse também ter assinado com o Barcelona em vez do Manchester United por causa de sua amizade com o ex-executivo da Nike no Brasil e em Barcelona o então vice-presidente encarregado de esportes, Sandro Rosell. Ao assinar com o Barcelona, Ronaldinho seguiu os passos de vários ilustres jogadores que já tiveram carreiras bem sucedidas no clube, como Evaristo de Macedo, Romário, Ronaldo e Rivaldo.Logo o Barcelona promoveu um amistoso para mostrar sua nova contratação e o clube escolhido foi o Milan. Em sua estreia, Ronaldinho ajudou seu time marcando um gol na vitória por 2-0. Durante a temporada 2003-2004, sua primeira no clube, suas jogadas levaram o Barcelona a terminar em 2° lugar na Campeonato Espanhol.


                                                    O auge
Mas foi na temporada 2004-2005 que o craque se consagrou realizando jogadas fantásticas conquistando a Campeonato Espanhol a Supercopa da Espanha, além do título de Melhor Jogador do Mundo, rapidamente se tornando um dos maiores ídolos do clube.Na temporada seguinte, a de 2005-06, repetiu o feito conquistando novamente o Campeonato Espanhol. Nesta temporada, ficou marcado por sua atuação no jogo contra o Real Madrid, o chamado El Clásico, realizado em 19 de novembro de 2005. Ronaldinho marcou duas vezes e foi o grande destaque da vitória por 3-0 na casa do adversário, o Santiago Bernabéu. Após o seu segundo gol na partida, marcado após uma belíssima jogada onde passou por vários adversários antes de concluir com extrema precisão, ele foi aplaudido de pé pelos torcedores merengues presentes ao Bernabéu. O jogo ficou marcado principalmente por isto, pelo fato do Real historicamente ser o grande arquirrival do Barça. Nesta temporada, ainda conquistou os títulos da Liga dos Campeões da UEFA de 2005-06 e novamente a Supercopa da Espanha.

Entre os anos de 2004 e 2005, defendendo o Barcelona e a seleção brasileira, viveu o auge de sua carreira. Consagrou-se como o Melhor Jogador do Mundo, segundo a FIFA. Em 2005 ganhou o Ballon d'or, outro importante prêmio, entregue pela revista francesa France Football, que elege o melhor jogador atuando na Europa a cada temporada.No dia 29 de março de 2006, um estudo apontou Ronaldinho como o jogador com mais valor comercial no mundo, deixando para trás os ingleses David Beckham e Wayne Rooney. Sua imagem foi avaliada em 47 milhões de euros, a de Beckham, 44,9 milhões e a de Rooney, 43,7 milhões.

Jogou o seu 200° jogo pelo Barcelona numa partida contra o Osasuna, em 3 de fevereiro de 2008. No entanto, sua campanha de 2007-08 como um todo foi assolado por lesões, e uma lesão muscular na perna direita em 3 de abril prematuramente terminou com a sua temporada. Em 19 de maio, Laporta afirmou que Ronaldinho precisava de "um novo desafio", alegando que ele precisava de um novo clube para que podesse reviver sua carreira. O Manchester City, do proprietário Thaksin Shinawatra, confirmou em 6 de junho, que estava interessado em contratá-lo.Ronaldinho e seu companheiro de Barcelona Lionel Messi protagonizaram um amistoso contra o racismo na Venezuela em 28 de junho de 2008, que terminou em um empate por 7-7. Ronaldinho marcou um par de gols e ainda deu duas assistências no que seria sua última partida como jogador do Barcelona.

 Milan
Em julho de 2008, Ronaldinho recusou uma oferta de 25,5 milhões de euros do Manchester City para se transferir para o Milan, em um contrato de cinco anos, pensado para ser útil em torno de 6,5 milhões de libras por ano, para uma taxa na região de 18,5 milhões de euros. Com o número 10 já ocupado por companheiro Clarence Seedorf, ele selecionou a 80 como seu número na camisa, porque 1980 foi seu ano de nascimento.
Marcou seu primeiro gol pelo Milan 3-0 num derby vitória sobre a rival Internazionale de cabeça apos cruzamento de Kaká, em 20 de setembro de 2008. Ele terminou sua primeira temporada no Milan com 10 gols em 35 jogos em todas as competições. Após um bom começo para a temporada, mas no fim da temporada figurou entre os reservas terminando sua primeira temporada de forma decepcionante.Sua segunda temporada não começou com uma nota elevada. Depois de um tempo, reencontrou sua forma e tornou-se indiscutivelmente o melhor jogador do Milan na temporada. Ele mudou seu papel de lateral a um densiva.

Em 10 de dezembro de 2009, foi eleito o futebolista da década pela revista inglesa World Soccer, ficando a frente de jogadores como Lionel Messi e Ronaldo.
Em 10 de janeiro de 2010, marcou dois gols contra o Juventus, selando uma vitória por 3-0 para os rossoneri. No jogo seguinte contra o Siena, em 17 de janeiro de 2010, marcou seu primeiro hat-trick para o Milan, quando converteu um pênalti, marcou com uma cabeçada no canto e acabou com um gol maravilha de 30 metros de distância do gol.A partir de 13 de abril de 2010, terminou a temporada como líder de assistências na Serie A, com um total de 13. Uma nota negativa foi que ele perdeu três pênaltis na temporada 2009-10.


                                      Flamengo
                               A polêmica chegada
Insatisfeito com o banco de reservas no Milan, Ronaldinho manifestou interesse em voltar a atuar no Brasil para ficar mais perto da convocação para a Copa de 2014. Ainda com contrato em vigor, o vice-presidente do clube italiano Adriano Galliani admitiu negociar o jogador com clubes brasileiros e logo surgiu o nome do Grêmio, seu ex-clube, como um dos possíveis destinos do craque. Palmeiras e Flamengo também buscavam contratar o jogador, que negociava com todos ao mesmo tempo. Após semanas de muitas especulações e negociações arrastadas, e após o próprio Ronaldinho declarar que "Se dependesse de mim, já estaria no Grêmio",20 o Grêmio desistiu de contratar o jogador,  mesmo após ter preparado uma festa para receber o jogador e comemorar o acordo no Estádio Olímpico junto a torcida do clube.22 Dias depois foi a vez do Palmeiras desistir de negociar com Ronaldinho,  onde seu irmão e empresário Assis foi duramente criticado por fazer leilão com o jogador e por ter afirmado que a transação estava fechada com o clube e não cumprir com o acordo. Com o caminho livre, Ronaldinho fechou a negociação com o rubro-negro da Gávea, causando grande felicidade aos torcedores cariocas.

Já imagino essa torcida no estádio lotado. Eles podem esperar o máximo de mim. Voltei para o Brasil e vim jogar no Flamengo para dar isso.    
— Comentou o craque ao chegar no Rio.
No dia 10 de janeiro de 2011, foi confirmado como jogador do Flamengo,24 que, segundo seus amigos mais próximos, ele sempre manifestou o desejo de jogar com a camisa do clube.25 26 27 Assinou um contrato de quatro anos com a equipe carioca.
A apresentação de Ronaldinho foi realizada dia 12 de janeiro de 2011 no Estádio da Gávea, onde o jogador foi recebido por mais de 20 mil torcedores,28 juntamente com a presidente Patrícia Amorim. A apresentação contou com a presença de Ivo Meirelles, presidente da Estação Primeira de Mangueira, Dudu Nobre, Vágner Love e outras celebridades. A torcida foi ao delírio quando o craque se pronunciou pela primeira vez vestindo a camisa do Flamengo. No mesmo dia da apresentação do jogador, fotos revelaram o valor da multa contratual do craque: 400 milhões de reais. O valor astronômico valia para clubes estrangeiros e cairia para 325 milhões de reais para clubes brasileiros.


                                     Primeira e única temporada
O primeiro gol de Ronaldinho Gaúcho pelo Flamengo foi em 6 de fevereiro de 2011, em partida válida pela 6ª rodada do Campeonato Carioca, na vitória de 3 a 2 sobre o Boavista, que tinha o mando de campo.30 Sagrou-se pela primeira vez campeão no clube em 27 de fevereiro, erguendo a Taça Guanabara como capitão da equipe, após ter marcado um gol de falta na partida. Posteriormente, foi campeão também da Taça Rio, sagrando-se então campeão carioca de 2011.
Em sua estreia pelo Brasileirão marcou um gol e deu a assistência para outro, na vitória por 4 a 0 sobre o Avaí. Seu primeiro hat-trick (três gols na mesma partida) pelo Flamengo veio no jogo contra o Santos e em plena Vila Belmiro. Após o mandante fazer 3 a 0 ainda no primeiro tempo, Ronaldinho foi fundamental na virada e consequente vitória do Flamengo por 5 a 4.  A primeira partida oficial disputada em Porto Alegre, sua cidade natal, aconteceu no dia 21 de agosto e foi contra um antigo e bem conhecido rival: o Internacional. Nesse jogo, Ronaldinho Gaúcho fez um gol de falta, mas a partida terminou empatada em 2 a 2. Em 31 de agosto de 2011, em partida contra o Avaí válida pela 20ª rodada do Brasileirão 2011, Ronaldinho fez dois gols, um deles olímpico, mas, entretanto, não pôde evitar a derrota de 3 a 2 para o time catarinense.

  Rompimento do contrato na justiça
A crise entre o Flamengo e Ronaldinho começou quando a Traffic deixou de cumprir acordo verbal pelo qual seria responsável pelo pagamento de parte do salário do jogador.  A partir deste momento, os salários do jogador deixaram de ser pagos em dia, apesar da promessa do clube de que arcaria com os custos. 
Em 23 de maio, o irmão e empresário Assis foi à loja Fla Concept e pegou 40 itens, a maioria camisas oficiais, e se recusou a pagar alegando que o clube deveria valores muito maiores ao seu irmão. 
Após um ano e cinco meses jogando no Flamengo, Ronaldinho encerrou seu vínculo com o clube em 31 de maio de 2012, pedindo cerca de 40 milhões de reais de valores atrasados. O jogador conseguiu a tutela antecipada alegando que, apesar dos salários estarem sendo pagos, os valores de direitos de imagem também deveriam ser considerados referentes ao vínculo trabalhista, e o não pagamento destes seria suficiente para que fosse pedida a anulação do vínculo.Ronaldinho marcou 28 gols em 72 jogos com a camisa do Flamengo. Ele chegou ao clube em janeiro de 2011 e conquistou um título carioca.


                                                Atlético Mineiro
No dia 4 de junho de 2012, o jogador acertou com o clube mineiro. Antes mesmo do anúncio oficial da contratação, o SporTV mostrou imagens ao vivo do jogador treinando com o restante do elenco atleticano, na Cidade do Galo, centro de treinamentos do clube.36 O contrato inicial foi válido por 6 meses (junho a dezembro) e o jogador recebeu cerca de 300 mil reais por mês, 1/4 do que o jogador recebia no Flamengo. 

A sua estreia foi em 10 de junho, no Pacaembu, contra o Palmeiras. No jogo, Ronaldinho teve boa movimentação, com passes precisos e boas jogadas.38 Em 23 de junho de 2012, na vitória por 5 a 1 diante do Naútico marcou seu primeiro gol defendendo a equipe atleticana.39 . Ronaldinho marcou 10 gols pelo Atlético-MG durante o Campeonato Brasileiro de 2012, com destaque para o golaço marcado contra com arqui-rival Cruzeiro no clássico disputado no dia 26 de agosto no estádio Independência, em Belo Horizonte.
Foi um dos principais responsáveis pela campanha da equipe, que terminou a competição em 2º lugar. Em 3 de dezembro de 2012, ganhou a Bola de Ouro da revista Placar   . Seu contrato com o Clube Atlético Mineiro foi renovado até dezembro de 2013.

Seleção Brasileira

Estreou na Seleção Brasileira em um jogo contra a Letônia, em junho de 1999. Porém, foi na Copa América de 1999, disputada no Paraguai, que se destacou pela primeira vez na seleção, marcando um gol na goleada por 7-0 sobre a Venezuela, ao dar um chapéu no zagueiro e em seguida chutar forte no canto do goleiro.
Copa do Mundo de 2002
Na Copa do Mundo de 2002, Ronaldinho teve relevância na conquista do quinto título brasileiro em Copas do Mundo ao marcar um gol de falta contra a Inglaterra na vitória de virada por 2-1 do Brasil, pelas quartas-de-final em Shizuoka, no Japão.Alguns avaliam que o goleiro inglês Seaman falhou no referido lance. Após o gol, Ronaldinho fez uma falta grave em um jogador inglês e foi expulso, não participando do jogo da semifinal contra a Turquia, na cidade japonesa de SaitamaDepois de cumprir a suspensão contra a seleção turca, jogou como titular na partida final contra a Alemanha, derrotada pela Seleção Brasileira por 2-0.

Copa do Mundo de 2006
O melhor jogador da Europa e do mundo era a maior promessa brasileira para a Copa do Mundo FIFA de 2006, realizada na Alemanha. Porém, demonstrou um futebol aquém do que se esperava e recebeu várias críticas dos torcedores brasileiros. Fãs do futebol do craque alegaram que Ronaldinho foi prejudicado pelo esquema tático da seleção brasileira. Ronaldinho jogava de atacante no Barcelona, sem grandes preocupações defensivas. Porém, por determinação do então técnico da Seleção Brasileira, Carlos Alberto Parreira, Ronaldinho atuou durante o Mundial de 2006 como um meia-atacante, mais afastado da área e tendo que participar defensivamente. O único jogo em que ele atuou na mesma posição em que jogava no Barça foi na partida contra a França, e mesmo assim Ronaldinho teve um péssimo desempenho, chegando inclusive a tropeçar na bola.

Uma estátua de Ronaldinho com 7,25 metros de altura, construída pela artista plástica Kattielly Lanzini especialmente para a Copa, que estava instalada na Avenida Getúlio Vargas, na cidade de Chapecó, em Santa Catarina, chegou a ser incendiada, um dia após a eliminação da Seleção Brasileira pela França, com uma atuação notável do meia Zinedine Zidane. A obra custou R$ 5,5 mil e a artista pretendia vendê-la por R$ 7 mil. A artista autora da obra abriu um Boletim de Ocorrência para punir os responsáveis pelo vandalismo.

Jogos Olímpicos de 2008
Recebeu uma nova chance na seleção brasileira nas Olimpíadas de 2008, na China. Foi convocado pelo técnico Dunga e comandou a equipe, já que era o jogador mais velho do elenco.O Brasil fez uma campanha razoável no torneio, se classificando com 100% de aproveitamento na primeira fase e sendo eliminado pela maior rival, a Argentina, comandada por Lionel Messi (ex-companheiro de Ronaldinho no Barcelona), nas semi-finais.Os argentinos viriam a conquistar mais uma vez a medalha de ouro olímpica, título ainda não conquistado pelo Brasil.
Fora da Copa do Mundo de 2010
Sua última partida pela seleção principal antes da Copa aconteceu durante as eliminatórias. Foi no jogo entre Brasil e Peru, no Beira-Rio, onde o Brasil venceu por 3-0, ele entrou no intervalo tempo e não participou de nenhum gol.Muitas eram as expectativas sobre a convocação da Seleção para a Copa do Mundo de 2010. Dos que não vinham sendo chamados recentemente, Ronaldinho era um dos jogadores mais pedidos pela população brasileira43 e por profissionais.Porém, no dia 11 de maio, apenas apareceu na lista suplente de Dunga, que consiste na lista de jogadores para substituir outros em caso de lesão ou alguma ocorrência

Retorno com Mano Menezes
O retorno ocorreu meses depois da Copa, no dia 29 de outubro, quando foi chamado por Mano Menezes para o amistoso contra a Argentina dia 17 de novembro.  Ronaldinho foi titular na partida, mas não pôde evitar a derrota por 1-0 para os arquirrivais argentinos. Em 18 de agosto de 2011, novamente foi convocado para uma partida da seleção brasileira: um amistoso contra Gana, realizado em 5 de setembro, no Estádio Craven Cottage, em Londres   . Apesar da vitória por um a zero, com gol do Leandro Damião, Ronaldinho jogou os noventa minutos, mas não fez gol. Logo depois, foi novamente convocado para uma partida contra a Seleção_Argentina, em Córdoba no dia 14 de setembro, participando da partida sem fazer gol.
 Vida pessoal

Apesar de atualmente não possuir nenhum relacionamento, Ronaldinho tem um filho com uma dançarina carioca, de nome João, nascido em 2005. Ele rapidamente assumiu a paternidade do garoto e já declarou que gostaria muito que seu filho seguisse seus passos no futebol. Quando jogava na Europa, principalmente na Itália, sua vida pessoal foi muito assediada, devido ao fato de sempre frequentar boates e outras festas noturnas.

Natal Show de Bola
Todo final de ano, Ronaldinho organiza um jogo beneficente, em que cada torcedor colabora com um quilo de alimento destinado para crianças carentes. Denominado Natal Show de Bola, o jogo beneficente já existe há 4 anos. Ocorreram jogos em alguns países da América do Sul, inclusive no Brasil, onde foram realizadas as duas últimas edições do evento, em Belém (2008) e Salvador (2009).
                                                        Polêmicas
Em novembro de 2011, Ronaldinho Gaúcho esteve envolvido num polêmico episódio o qual consistiu no vazamento de um vídeo onde, supostamente, o jogador estaria nu, masturbando-se em frente a uma webcam.  O vídeo divulgado tem aproximadamente sete minutos e meio e mostra inicialmente o suposto jogador sem camisa. Minutos depois, a câmera se abaixa e ele começa a executar o ato onanista. À despeito de toda a polêmica gerada, o jogador não se pronunciou sobre o assunto.

Filme
Em 28 de dezembro de 2012, Ronaldinho Gaúcho participou da divulgação do filme R10 - The Movie na cidade de Pune, na Índia. Ao lado do irmão e empresário Assis, que negociou o contrato com a Bala Entertainment International, empresa do grupo Venky's, um dos maiores grupos de produção cinematográfica de Bollywood. Ronaldinho apresentou o cartaz do filme.53 Com o título provisório R10 - The Movie ou Ronaldinho vs Aliens, o filme será ao estilo Space Jam, lançado em 1996, com Michael Jordan e a turminha do Pernalonga. As filmagens devem acontecer em 2013, mas o filme ainda não possui previsão de lançamento. O ator Sanjay Dutt também foi anexado no projeto.  Em seu Twitter, Ronaldinho diz.

    Estou na Índia para lançar o mais bacana filme de animação da história. O filme irá para as telas em 2014 e eu serei o personagem principal    
— Ronaldinho

Revista 
Em 12 de maio de 2006 a Mauricio de Sousa Produções lançou a primeira revista em quadrinhos Ronaldinho Gaúcho, publicada pela Editora Globo e de autoria de Mauricio de Sousa.  As histórias são protagonizadas pelo próprio Ronaldinho quando criança e sua turma criada especialmente para a revista. Atualmente é publicada pela Panini Comics mensalmente.
Não é a primeira vez que Mauricio de Sousa homenagia um jogador de futebol com uma revista própria. Já houve a revista Pelezinho, publicada originalmente entre 1976 e 1986 homenageando o jogador Pelé, e mais tarde o mesmo aconteceria com o jogador Neymar, em 2012.

Clubes
ClubeTemporadaCampeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
JogosGolsAssist.JogosGolsAssist.JogosGolsAssist.JogosGolsAssist.JogosGolsAssist.
Brasil Grêmio19981442015321744882
1999176304224154823
200021146622214941
Total522411619526340145752
França Paris Saint-Germain2001–022898620622401310
2002–03278663041237128
Total55171412501034772518
Espanha Barcelona2003–04321511631742132582414
2004–0535916000744421320
2005–062917154211275144593021
2006–07322110603113385572916
2007–0817871008127333129
Total14570591755451916421424910880
Itália Milan2008–0929851016227143118
2009–10361216000731142571717
2010–1111030005111614
Total76202410118642131162929
Brasil Flamengo20113114751132013452218
201221000082110432074
Total722875111141238722812
Brasil Atlético Mineiro20123291232912
2013104843214710
Total329121048432461622
Total na carreira39315511646177109413215368705281163
VEJA MAIS IMAGENS DE RONALDINHO GAUCHO NO MEU  O CEU CONTINUA ESPERANDO

quinta-feira, agosto 29, 2013

BIOGRAFIA,Fagner (cantor)


Fagner (cantor)
Raimundo Fagner Cândido Lopes mais conhecido apenas como Fagner (Orós, 13 de outubro de 1949) é um cantor, compositor, instrumentista, ator e produtor brasileiro.

Mais jovem dos cinco filhos de José Fares, imigrante libanês, e Dona Francisca, Fagner nasceu na capital cearense, embora tenha sido registrado no município de Orós.
O nome de Fagner vem sendo incluído na lista dos maiores cantores de música latina, principalmente pela sua filiação com outros músicos latinos não-brasileiros, como Mercedes Sosa .

Primeiros anos
Raimundo Fagner nasceu em 13 de outubro de 1949 foi registrado na cidade de Orós, no interior do estado do Ceará. Foi batizado em 27 de dezembro na Igreja do Carmo em Fortaleza. Aos seis anos ganhou um concurso infantil na rádio local, cantando uma canção em homenagem ao dia das mães. Na adolescência, formou grupos musicais vocais e instrumentais e começou a compor suas próprias músicas. Venceu em 1968 o IV Festival de Música Popular do Ceará com a música "Nada Sou", parceria sua com Marcus Francisco. Tornou-se popular no estado em 1969, após comparecer em programas televisivos de auditório na TV Ceará, e juntou-se a outros compositores cearenses como Belchior, Jorge Mello, Rodger Rogério, Ednardo e Ricardo Bezerra, o grupo ficou conhecido como "o pessoal do Ceará". Também no ano de 1969, após ganhar o 'I Festival de Música Popular do Ceará - Aqui no Canto', Fagner saiu em excursão junto com o grupo de música e teatro do Capela Cistina, foram para Buenos Aires de ônibus, a viagem durou 45 dias de estrada.


A carreira nacional deste nordestino começava de forma bastante imprevisível. Mudou-se para Brasília em 1970 para estudar arquitetura na Universidade de Brasília, participou do Festival de Música Popular do Centro de Estudos Universitários de Brasília com "Mucuripe" (parceria com Belchior), e classificou-se em primeiro lugar. No mesmo festival, recebeu menção honrosa e prêmio de melhor intérprete com "Cavalo Ferro" (parceria com Ricardo Bezerra) e sexto lugar com a música "Manera Fru Fru, Manera" (também com Ricardo Bezerra). A partir de então, Fagner consegue despertar a atenção da imprensa do Sudeste, sendo suas canções intensamente executadas nos bares da capital do país.



Anos 1970
Em 1971 gravou seu primeiro compacto simples em parceria com outro cearense, Wilson Cirino. Foi lançado pela gravadora RGE, e não fez grande sucesso. O Objetivo da gravadora era bater o sucesso de cantores como Antônio Carlos e Jocafi. Ainda em 71 foi para o Rio de Janeiro, onde Elis Regina gravou "Mucuripe", que se tornou o primeiro sucesso de Fagner como compositor e também como cantor, pois gravou a mesma música em um compacto da série Disco de Bolso, do Pasquim, que tinha, do outro lado, Caetano Veloso interpretando "A Volta da Asa Branca". O primeiro LP, Manera Fru Fru, Manera, veio em 1973 pela gravadora Philips, incluindo "Canteiros", um de seus maiores sucessos, música sobre poesia de Cecília Meireles. O disco teve participação de Bruce Henri – contra-baixista nascido em Nova Iorque e radicado no Brasil, tendo integrado a banda de Gilberto Gil – Naná Vasconcelos e Nara Leão. Apesar de tudo, o Disco vendeu apenas 5 mil cópias, e foi retirado de catálogo, e só foi relançado em 1976. O cantor fez, também em 1973, a trilha sonora do filme "Joana, a Francesa", que o levou à França, onde teve aulas de violão flamenco e canto. De volta ao brasil, gravou no ano de 1975 seu segundo álbum de estúdio, titulado "Ave Noturna", e foi lançado pela gravadora Continental. O disco atingiu um sucesso considerável de vendas, e pela primeira vez, Fagner teve uma de suas canções na trilha sonora de uma novela, "Beco dos Beleiros", de Petrício Maia e Brandão, na novela "Ovelha Negra" da TV Tupi.

Ainda pela gravadora Continental, gravou um compacto simples ao lado de Ney Matogrosso. Em seu terceiro disco, pela gravadora CBS (Sony Music), titulado apenas Raimundo Fagner, que foi um sucesso em vendas, na primeira semana foram vendidos mais de 40 mil exemplares,  os arranjos bem elaborados, e a qualidade de gravação, fez do álbum um dos melhores do ano de 1976, este álbum marcava a entrada de Fagner aos repertórios românticos. Ao mesmo tempo grava músicas de sambistas, como "Sinal Fechado", de Paulinho da Viola. Outros trabalhos, como seu quarto disco, Orós de 1977, disco que teve arranjos e direção musical de Hermeto Pascoal, demonstram uma atitude mais vanguardista e menos preocupada com o sucesso comercial. Fechando a década de 1970, lançou mais dois discos: Eu Canto (1978) com outro poema de Cecília Meireles – "Motivo", musicado por Fagner e sem os créditos da poetisa; e Beleza (1979). Fagner foi considerado pelos leitores da Revista Playboy, o melhor cantor do ano de 1979, em segundo lugar ficou Roberto Carlos.

Anos 1980
Nos anos 1980 Fagner manteve o lado nordestino, e se dividia ao mesmo tempo com o romantismo. O primeiro LP dos anos 1980 foi Eternas Ondas, que teve na parte instrumental Zé Ramalho, Dominguinhos, Naná Vasconcelos, e muitos outros. Neste mesmo disco, Fagner fez uma versão, com ajuda de Frederico Mendes, do clássico de John Lennon e Yoko Ono "Oh My Love", do álbum Imagine de 1971. Aproveitando o auge de Fagner em sua carreira, a gravadora Continental lançou o disco Juntos - Fagner e Belchior, uma compilação que continha faixas do disco Ave Noturna, o único de Fagner lançado pela Continental. A Polydor, por sua vez, recolocou para venda o disco Manera Fru Fru Manera. Em 1981, Fagner gravou o álbum Traduzir-se um grande marco em sua carreira . O Disco foi lançado em toda a Europa e América Latina, vendeu mais de 250 mil exemplares em pouco tempo, e recebeu disco de platina. Também em 1981, lançou um álbum em espanhol, um antigo sonho de carreira.

Em 1982 lançou Sorriso Novo, que tinha como canções, poemas de Fernando Pessoa e Florbela Espanca musicados por Fagner. Em 1983 gravou Palavra de Amor, que teve participação do grupo Roupa Nova, e Chico Buarque. Nos anos seguintes, gravou os discos A Mesma Pessoa e Semente,os [últimos com a gravadora CBS. Ao lado da Banda Blitz, Gonzaguinha e outros, Fagner participou do 12º Festival Mundial da Juventude, realizado entre julho e agosto de 1985, em Moscou. Em 1986 lançou seu primeiro disco pela gravadora RCA, com o nome de Fagner - A lua do Leblon, o disco superou a marca de 300 mil cópias vendidas. Em 1987, Fagner lançou mais um disco: Romance no Deserto (título em português de uma canção composta e gravada por Bob Dylan no álbum Desire). Este disco superou a marca de 1 milhão de cópias vendidas, e foi lançado também nos Estados Unidos da América, importado pela BMG music/Nova Iorque; as canções "Deslizes" e "À Sombra de Um Vulcão" ficaram por mais de 700 dias entre as mais tocadas do Brasil  O último disco da década, O Quinze, décimo quinto disco da carreira de Fagner, recebeu o Prêmio Sharp de melhor álbum do ano.

Anos 1990
O primeiro álbum da década, Pedras Que Cantam de 1991 teve como primeira canção de trabalho "Borbulhas de Amor", que tornou-se imediatamente sucesso nacional. O disco recebeu disco de platina tripla por vender 750 mil exemplares, e as canções "Borbulhas de Amor", "Pedras Que Cantam" e "Cabecinha no Ombro" ficaram durante oito meses nos primeiros lugares nas rádios do Brasil. Fagner passou dois anos sem lançar um disco novo. Foram vinte meses de preparo até que o disco Demais fosse lançado em maio de 1993. O disco revive os principais temas da Bossa Nova, com versões de canções de Vinicius de Moraes, Tom Jobim e Dorival Caymmi. No ano seguinte lançou o disco Caboclo Sonhador, desta vez com clássicos do forró, com versões de canções de Dominguinhos, Luiz Gonzaga e vários outros. O disco não possui nenhuma canção de sua autoria. Em 1995 fixou moradia em Fortaleza, e lançou mais um álbum: Retratos. O álbum recuperou canções do fim dos anos 1970, ainda não gravadas por Fagner. O vigésimo álbum de sua carreira foi lançado em 1996 com o título de Pecado Verde. neste mesmo ano, Fagner completava 23 anos de carreira artística. O último disco da década de 1990 foi Terral, que não possuía nenhuma canção de sua autoria.

Anos 2000
Em 2001, gravou o álbum que tem o título apenas de Fagner. Tem canções em parceria com Zeca Baleiro, Fausto Nilo, Abel Silva e Cazuza. A parceria de Fagner e Zeca Baleiro rendeu uma série de shows pelo Brasil. Em 2004, pela Indie Records, Fagner lançou o álbum Donos do Brasil. O Penúltimo disco lançado por Fagner foi Fortaleza, em 2007.Posteriormente lançou "Uma canção no Rádio" em 2009.
 2007
Em 2007 em entrevista a revista QUEM, Fagner assume que já teve relacionamentos com homens. Questionado quanto a ser bissexual ele deixa claro que não gosta de rótulos.

Discografia

     Estúdio
1973 - Manera Fru Fru, Manera
1975 - Ave Noturna
1976 - Raimundo Fagner
1977 - Orós
1978 - Eu Canto - Quem Viver Chorará
1979 - Beleza
1980 - Eternas Ondas
1981 - Traduzir-se
1982 - Sorriso Novo
1983 - Palavra de Amor
1984 - A Mesma Pessoa - Cartaz
1985 - Deixa Viver
1986 - Fagner - Lua do Leblon
1987 - Romance no Deserto
1989 - O Quinze
1991 - Pedras que Cantam
1993 - Demais
1994 - Caboclo Sonhador
1995 - Retrato
1996 - Pecado Verde
1996 - Bateu Saudade
1997 - Terral
1998 - Amigos e Canções
2000 - Ao vivo - Vol. I e II
2001 - Fagner
2004 - Donos do Brasil
2007 - Fortaleza
2009 - Uma Canção no Rádio
Outros
1971 - Fagner e Cirino
1972 - Cavalo Ferro (Compacto Duplo)
1975 - Fagner e Ney Matogrosso
1979 - Soro
1981 - Raimundo Fagner Canta en Español
1983 - Homenaje a Picasso
1984 - Fagner e Gonzagão I
1989 - Cartaz - Os sucessos de Fagner
1989 - Fagner e Gonzagão II - ABC do Sertão
1991 - Fagner en Español
1993 - Uma Noite Demais - Ao Vivo no Japão
2000 - Ao Vivo
2002 - Me Leve (ao vivo)
2003/2004 - Raimundo Fagner & Zeca Baleiro
 Coletaneas
1995: Seleção de Ouro
1997: 20 Super Sucessos
1998: Millenium
1999: Focus - O Melhor de Fagner
2000: Pérolas
2002: Pra Sempre
2006: Perfil


        Acusações de plagicismo

A canção "Canteiros" (do primeiro álbum de Fagner), é basicamente uma parte do poema "Marcha" de Cecília Meireles musicado por Fagner, e não foi creditada à poetisa. Este incidente levou a uma briga na justiça, onde a família de Cecília conseguiu retirar de circulação seu primeiro disco, o "Manera, fru fru, Manera - 1973" e o disco "Eu Canto - Quem Viver Chorará - 1978" com outro poema de Cecília - "Motivo", também musicado por Fagner. Os dois discos foram relançados posteriormente sem a inclusão dessas músicas.
VEJA MAIS IMAGENS EM  ARQUIVO DO MORTO-VIVO

 
Curiosidade

Em janeiro de 2002, Fagner participou por 15 minutos de uma partida amistosa entre Fortaleza e Maranguape, no estádio Presidente Vargas. O Fortaleza venceu por 3x0, mas o cantor não marcou gol.
 Prêmios

IV Festival de Música Popular do Ceará – 1968
Melhor Canção – "Nada Sou" (em parceria com Marcus Francisco).
Festival de Música Jovem CEUB – 1971 [7]
Melhor Canção – "Mucuripe" (em parceria com Belchior).
Prêmio Especial do Júri (hour-concours) – "Cavalo de Fogo" (em parceria com Ricardo Bezerra).
Melhor Intérprete.
Melhor Arranjo.
Festival TV Tupi – 1979 
Melhor Intérprete – "Quem Me Levará Sou Eu" (Dominguinhos / Manduka).
Prêmio Playboy de MPB – 1979[9]
Cantor do ano.
Prêmio Sharp de Música Popular – 1990 
Melhor Cantor.
Melhor álbum – O Quinze.
Melhor canção – "Amor Escondido" (Raimundo Fagner / Abel Silva).
Melhor disco regional – Gonzagão e Fagner Vol. 2.