Marcadores

sábado, outubro 27, 2012

BIOGRAFIA ,PALOMA DUARTE(ATRIZ)







         Paloma Duarte
blog da paloma 
http://blog-da-palomaduarte.blogspot.com.br/

                                                                                 
Paloma Duarte nome artístico de Paloma Marcos Sanches Silva (São Paulo, 21 de maio de 1977), é uma atriz brasileira.
Biografia

A atriz é filha da atriz Débora Duarte com o músico Antônio Marcos e neta do ator Lima Duarte e da atriz Marisa Sanches.
É mãe de Maria Luisa do seu casamento com o cantor Renato Lui e Ana Clara do seu casamento com o ator Marcos Winter. 
Com apenas dezoito anos, Paloma posou nua para a revista Playboy em abril de 1996.

Foi na telenovela Terra Nostra, de Benedito Ruy Barbosa, que mãe e filha representaram os mesmos papéis da vida real. Paloma e Débora também contracenaram juntas a série Grande Pai, exibida pelo SBT em 1990.
Em 2003 foi a mimada Marina da novela Mulheres Apaixonadas, uma das co-protagonistas fazendo um triângulo amoroso ao lado de Rodrigo Santoro e Camila P
itanga.

Em 2010, a atriz renovou o seu contrato com a Rede Record por mais cinco anos.
Em 2012 é protagonista da novela Máscaras de Lauro César Muniz exibida na Rede Record.

      Política

A atriz contrapôs sua colega Regina Duarte durante a campanha eleitoral à presidência da república em 2002. No programa de Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, Paloma contestou as afirmações feitas por Regina de que com a eleição do petista "o Brasil corria o risco de perder toda a estabilidade que já fora conquistada". "Um candidato que precisa aterrorizar a população brasileira não merece o meu respeito, a minha confiança e não mereceria jamais ser presidente da República", disse Paloma durante o programa do PT. Ela afirmou ainda que se sentiu "revoltada" com a declaração de Regina Duarte.

Carreira

Televisão

AnoTítuloPapel
1991Grande PaiAna
1993RenascerTeresa Cristina (Teca)
1994TropicalienteAmanda Velasquez
1996O Fim do MundoLetícia Socó
1996Anjo de MimMaria Elvira
1998Hilda FuracãoLeonor
1998Pecado CapitalVilma Lisboa (Vilminha)
1999Terra NostraAngélica Telles de Aranha
2001Porto dos MilagresDulce Ferraço
2001Os NormaisRoberta
2003Mulheres ApaixonadasMarina Ferreira Lobo
2004Começar de NovoCarmem Nóbrega
2006Cidadão BrasileiroLuíza Sales Jordão
2007Luz do SolVerônica Mendonça
2009Poder ParaleloFernanda Lira
2012MáscarasLuiza (ElizaNameless)
       



Cinema
Peças
AnoTítuloPapel
1999Zoando na TVAurora / Monique
2001A PartilhaLaura
2003Deus É BrasileiroMadá
20052 Filhos de FranciscoZilú
2006Muito Gelo e Dois Dedos d'ÁguaSuzana
2010Léo e BiaMarina

aqui quando ainda estava com oswaldo montenegro
fonte da entrevista http://contamais.com.br/entrevistas/entrevista-com-paloma-duarte-a-nameless-de-mascaras/6794
Entrevista com Paloma Duarte, a Nameless de Máscaras
13h00 | 27-05-12 por Marilia Alencar
Paloma Duarte volta às novelas com uma personagem enigmática em Máscaras e diz que pensa em casamento e mais filhos na vida real
De todos os papéis que já fez em sua carreira de atriz, Paloma Duarte confessa que o atual é o mais desafiador. Chamada na trama de Nameless, nem ela mesma sabe o nome da personagem, que tem várias identidades e vive cercada de mistério. Na Record há seis anos, a atriz afirma que não tem do que reclamar sobre a emissora. Mesmo depois de ter feito 10 novelas na Globo, ela diz que não trocaria a Record pela outra. Mãe de Maria Luiza, de 16 anos, do relacionamento com o músico Renato Lui e Ana Clara, de 14 anos, do casamento com o ator Marcos Winter, Paloma incentiva a carreira da caçula. No entanto, a vontade de ter mais um filho tem passado pela cabeça dela nos últimos tempos. Namorando o ator Bruno Ferrari há um ano, não descarta a possibilidade de casar com o ator e ter mais filhos.


 Paloma Duarte se casou em segredo com o namorado, Bruno Ferrari, às 15h de segunda-feira (21), informou o colunista Léo Dias do jornal "O Dia" desta quarta-feira (23). A cerimônia foi realizada em um cartório da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. De acordo com a publicação, a atriz promoveu um jantar para os íntimos, em sua casa, no Recreio dos Bandeirantes. Os dois estão juntos há pouco mais de um ano.

O romance começou nos bastidores da peça "Gato Branco", em que atuaram juntos. Em entrevista recente à coluna, Paloma declarou que gostaria de ter um filho com Bruno. "Tem dias em que quero ter mais filhos. Eu digo pra ele (Bruno): 'Se a gente for ter um filho, pelo amor de Deus, me dê um menino, hein? (risos)'".

Paloma já é mãe de Ana Clara, de 14 anos, de seu casamento de quase sete anos com o ator Marcos Winter, e de Maria Luisa, de 16 anos, da união com o cantor Renato Lui. Em 2005, Paloma assumiu um romance com o cantor Oswaldo Montenegro, 30 anos mais velho e com quem ficou por cinco anos.

Como você define a Nameless?

A personagem tem um visual e uma identidade diferente em cada lugar, em cada país – peruca, maquiagem, esmalte. Ela é uma loba solitária, a personagem mais difícil que já fiz. Ela pode ser uma vilã ou uma heroína.

Mas, esse tom de mistério não é legal?

É horrível não saber nada sobre a personagem. Leio os capítulos e continuo sem saber. Sentia pânico até por não saber o nome dela. Em uma cena ela chega a citar
sete nomes diferentes!


 

Está gostando do visual que teve que adotar por causa da personagem?
Eu não tenho temperamento para ser loira. Exige um temperamento. Você tem que estar sempre maquiada. E, eu odeio maquiagem. Se eu não estiver trabalhando, não uso de jeito nenhum. Você não pode sair com qualquer roupa, tem que ser uma roupa que combine com o cabelo. E, tenho preguiça de ter que me arrumar. Gosto de abrir o meu armário, pegar qualquer coisa que está na frente e sair para gravar. É muito comum você me encontrar de short, sandália e blusinha básica. Nesse sentido, sou antiatriz, porque não tenho glamour nenhum. Então, o cabelo louro me cansa um pouco por causa disso.
Como você faz para tratar do cabelo no dia a dia?

Você não sabe a quantidade de produtos que eu tenho que passar para ele não ficar uma palha. É um negócio medonho. A minha bancada de creme não tem mais espaço para o xampu do Bruno (Ferrari). Assim que acabar a novela vou tirar essa cor.


É verdade que o que te fez aceitar o papel foi por ser uma novela de Lauro César Muniz?

Ele é meu muso, meu braço direito, meu sonho mais gostoso. Vivo com ele todas as emoções que alguém pode viver. Não saio do lado dele por nada. Digo que onde ele for, eu vou atrás, faço qualquer coisa que o Lauro escrever.
Você já trabalhou no SBT, na Globo e está a um bom tempo na Record. Por que abraçou a emissora?

Quando vim para cá foi porque queria ter o sabor de construir um pouco da história da televisão brasileira. Eu cresci ouvindo histórias da minha mãe (Débora Duarte) e do meu avô (Lima Duarte) da TV Tupi, de como eles viram a televisão nascer e me deu a sensação de que eu podia começar em um lugar desde o início.

Eles te influenciaram na carreira?

Nenhum dos dois disse para eu ser atriz. Eles me influenciaram na medida em que eu cresci vendo minha mãe trabalhar. Era muito comum a imagem de mamãe gravando e eu indo para os teatros com ela. Mas, nenhum dos dois glamorizou a profissão, nunca disseram ‘siga meus passos’ ou ‘essa profissão é um escândalo’. Cresci vendo as coisas boas e as não tão belas da profissão.

A Ana Clara já atuou com você em uma novela. Você a incentiva na carreira de atriz?

A Ana Clara vai voltar às novelas, está com 14 anos e já pode. Quando ela era mais nova eu tinha medo e vi como ela ficou sobrecarregada quando fez uma participação em Cidadão Brasileiro Mas, ali era comigo, eu estava do lado. Agora é hora dela voltar sozinha.


Antes de assumir o relacionamento com Paloma, Bruno vivia com a atriz Graziella Schmitt, com quem ficou por oito anos.



Você tem planos de casar com o Bruno Ferrari?

Se me perguntarem se penso em casar, eu diria que sim, mas, acredito que isso é algo que vai surgir naturalmente. Bruno e eu estamos juntos há um ano, é pouco tempo.

Você pensa em ter mais filhos?

Como disse, o namoro com o Bruno é recente. Em algum momento esse assunto vai surgir naturalmente. Tem dias que eu tenho 
vontade e em outros eu não tenho vontade.