Marcadores

segunda-feira, julho 23, 2012

DANIEL AZULAY BIOGRAFIA



   Daniel Azulay

Daniel Azulay (Rio de Janeiro, 30 de maio de 1947) é artista plástico, educador com vasta e diversificada atuação na Imprensa e na TV como desenhista, compositor e autor de livros infanto-juvenis e videogames interativos.
Biografia

Criador da Turma do Lambe-Lambe, foi precursor em 1976 apresentando durante dez anos seguidos, programas de TV educativos e inteligentes para o público infantil. Azulay influenciou de forma construtiva a geração dos anos 80 que aprendeu com ele a desenhar, construir brinquedos com a sucata doméstica, e a importância da reciclagem e sustentabilidade em defesa do meio ambiente.
Hoje, aos 65 anos, viaja pelo mundo expondo, fazendo palestras e conduzindo workshops de arte, educação e responsabilidade social. Premiado no Brasil e no exterior, suas obras de arte contemporânea fazem parte do acervo de coleções particulares e de grandes empresas.


 Exposições e eventos internacionais

Montreal Exhibition, Canadá (1968)
33° Salon International d’Humoristes, Bruxelas, Bélgica (1969)
Recebeu menção honrosa em exposição no MAM, RJ com seus primeiros trabalhos gráficos em caleidoscópios de acrílico no Salão da Bússola. (1970)
Participou de exibição no Salone lnternazionale dei Comics, Lucca, Itália. (1970)
Produziu o Álbum Jerusalém/Desenhos de Humor, resultado de sua viagem a Israel (1973)
Expôs desenhos de Jerusalém na Galeria lpanema, no RJ e no Gabinete de Artes Gráficas em São Paulo. (1974)
Agraciado com o 1º lugar na lnternational Cartoon Exhibition Athens, Atenas, Grécia e teve seu desenho publicado na capa do catálogo da exposição (1975)
Produziu cartões, aerogramas e selos comemorativos para os Correios (1977)
Ilustrou cartazes do Congresso da ASTA realizados pela Embratur (1977)
Representou o Brasil, a convite dos EUA no lnternational Symposium of Books and Broadcasting for Children (1979)
Exposição organizada pelo Consulado Britânico no Hotel Rio Palace, (RJ) faz uma retrospectiva de seus desenhos. A exposição contou com a presença da Princesa Anne. (1989)
Lança seu Livro de Arte " A Porta/The Door" reunindo desenhos e pinturas de suas exposições realizadas no Brasil, Europa e Estados Unidos (2012)






Logomarca do 'Jornal do Brasil' homenageia o Dia das Crianças

A pedido do 'JB', Daniel Azulay criou uma ilustração especialmente para a data

http://www.jb.com.br/dia-das-criancas/noticias/2011/10/12/logomarca-do-jornal-do-brasil-homenageia-o-dia-das-criancas/
Por todo o Dia das Crianças, o cabeçalho do Jornal do Brasil  lembrará a data, com uma ilustração de Daniel Azulay, um dos grandes ídolos da geração que cresceu nos anos 70 e 80 no Brasil. Sua presença na televisão - emrede  nacional - marcou uma época. Ao contrário de outros apresentadores que se limitavam a uma pequena interação com o público e a exibir desenhos animados estrangeiros, Daniel sempre defendeu uma outra proposta: estimular a criança a pensar por si própria e a desenvolver a criatividade através da arte. Artista plástico e gráfico, Daniel Azulay foi, na época, um grande difusor do desenhoartístico e da tradição oral dos contadores de histórias. 
Daniel foi interativo, antes mesmo que esta palavra estivesse na moda. Para ele, mais importante que o simples consumo de brinque- dos industrializados era que a criança fizesse seus próprios a partir de materiais baratos que ele próprio sugeria: bolas e folhas de iso- por e caixas de ovos. O termo reciclagem nem bem existia e ele já propunha às crianças o uso pioneiro da sucata doméstica. Talvez não seja exagero dizer que algo da consciência ecológica, artística e cultural de hoje em dia no Brasil se deva à influência dele, afinal alguns de seus antigos telespectadores hoje estão em posições de destaque na área acadêmica, no governo e nas corporações.
No entanto, o que efetivamente marcou sua carreira foi a criação dos personagens da Turma do Lambe Lambe em 1979, inicialmente criados para o Jornal do Brasil, onde . Desde então, Professor Pirajá, Gilda, Pita, Damiana e tantos outros estiveram em gibis, desenhos animados e chegaram a ultrapassar as fronteiras do Brasil.
Além de uma agenda agitada de shows e workshops, Daniel mantém ativo o projeto social-cultural "Crescer com Arte", que já levou educação artística a mais de 10 mil crianças carentes no eixo Rio-São Paulo. Também, desde os anos 90, se dedica à pintura contemporânea, tendo feito exposições em diversos países, como Estados Unidos, França, Portugal e Suécia.


site oficina do desenho http://www.danielazulay.com.br/index.htm