Marcadores

domingo, julho 15, 2012

Ciência e criações de Leonardo da Vinci



                 Ciência e criações de Leonardo da Vinci

Como polímata, Leonardo da Vinci (1452–1519), embora melhor conhecido como o pintor da Mona Lisa e d'A Última Ceia, exibiu numerosas habilidades nas ciências e criações. Considerado a personificação do "Homem Renascentista", Da Vinci é comumente chamado de inventor, cientista e engenheiro. As áreas de estudo científico em que se debruçou inclui a aeronáutica, anatomia, astronomia, botânica, engenharia civil, química, geologia, geometria, hidrodinâmica, matemática, engenharia mecânica, óptica, física, pirotecnia e zoologia
Embora todo o material de seus estudos científicos tenha se tornado conhecido somente nos últimos 150 anos, Da Vinci foi, durante toda a sua vida, contratado para a engenharia e teve de usar sua habilidade inventiva. Muitos dos seus desenhos, como os diques móveis que protegeriam Veneza de sua invasão, revelaram-se demasiados dispendiosos ou inviáveis. Outros de seus inventos entraram no mundo da produção precursora. Como engenheiro, Leonardo concebeu idéias muito à frente de seu tempo: conceitualmente, inventou um helicóptero, um tanque, o uso de energia solar concentrada, uma calculadora, uma rudimentar teoria de tectónica de placas e de casco duplo; praticamente, avançou consideravelmente nos campos de conhecimentos da anatomia, astronomia, engenharia civil, óptica, e no estudo da água (hidrodinâmica).
4.jpg
.Seu desenho mais famoso, o Homem Vitruviano, é um estudo das proporções do corpo humano, ligando arte e ciência numa obra singular que representa o Humanismo Renascentista.Homem Vitruviano
O conceito elabora a noção a respeito da divina proporção através do raciocínio matemático, sendo um modelo ideal para todo o ser humano. As proporções do “homem vitruviano” são perfeitas e inserem o conceito clássico e divino de beleza.

As descrições de Vitrúvio foram se perdendo no decorrer dos anos e as cópias fugindo do traço original, dentre tantos desenhos, ficando a representação gráfica de Da Vinci a mais difundida no momento atual.

Leonardo Da Vinci teria feito o desenho no ano de 1490, e faz parte da coleção “Gallerie dell’Accademia”, na cidade de Veneza, Itália. No desenho, as posições dos braços e pernas expressam quatro posturas diferenciadas inscritas em círculo, sendo o centro da figura o umbigo.

O desenho reúne todo o interesse que Leonardo Da Vinci possuía sobre arte e ciência, o desenho tornou-se mais pleno nas mão de Da Vinci, no qual há correções de medidas à perfeição da forma humana.

No conceito da “Divina proporção”, tão expressado em obras renascentista , há a busca e definição das partes corporais do ser humano. Entende-se que a “Divina proporção” teve uma de suas origens na Grécia Antiga, onde se conhecia os quatro sólidos geométricos perfeitos: “tetraedro”, “hexaedro”, “octaedro” e “icosaedro”, associados aos quatro elementos da natureza.

helicóptero de  Da Vinci
Fascinado pelo fenómeno do voo, Da Vinci produziu detalhado estudo do voo dospássaros, e planos para várias máquinas voadoras, tentou aplicar seus estudos para os protótipos que desenhou, o primeiro baptizado de (Cisne voador), segundo especialistas é de 1510, inclusive um helicóptero movimentado por quatro homens, e um planador cuja viabilidade já foi provada.





 





 


PONTE LEONARDO DA VINCI
Em 1502 Leonardo da Vinci produziu um desenho de uma ponte simples, fácil de transportar e que permitia ultrapassar certos obstáculos com alguma  facilidade.
Leonardo da Vinci produziu também o desenho de uma ponte de um projecto de engenharia civil para Sultão Beyazid II de Constantinopla. Nunca foi construída, mas a visão de Leonardo foi ressuscitada em 2001 quando uma ponte menor, baseada no projecto dele, foi construída na Noruega