Marcadores

quinta-feira, junho 21, 2012

MORTES ESTRANHAS,ESTUPIDAS,BIZARRAS E IDIOTAS

O JEITO MAIS IDIOTA DE PARTIR PARA A CHACARA DO PADRE           fonte saite mundo estranho   http://mundoestranho.abril.com.br/blogs/meme/retrospectiva-estranha-burrice-do-ano/




• O terrorista iraquiano Khay Rahnajet enviou uma carta-bomba, mas não colocou selo suficiente. A carta voltou para o destinatário. E ele abriu.
• No dia 29 de janeiro de 2003, em São Paulo, Manoel Messias Batista Coelho, 35 anos, foi limpar tanques de combustível de alguns caminhões. Como estava escuro, teve a brilhante idéia de acender um fósforo.
• Sylvester Briddell Júnior, 26 anos, morreu ao ganhar uma aposta com seus amigos, que afirmavam que ele não teria coragem de pôr uma pistola na boca e puxar o gatilho. Sylvester provou que, sim, tinha coragem.
• Nick Berrena, 20 anos, foi apunhalado até a morte por Jeffrey Hoffman, 23. Hoffman queria mostrar que uma faca jamais poderia atravessar o colete que Berrena usava. Quando dois estúpidos se unem...


1. Bomba na hora errada: um grupo de terroristas palestinos confundiu o timer dos explosivos que transportavam e, sem perceber a burrada, morreram quando o carro bomba que dirigiam explodiu com eles dentro. (Israel, 1999)

  Carro a jato: um sargento da força aérea americana instalou em seu Chevy Impala 1967 uma turbina a jato utilizada para dar maior impulsão em caças militares. Com o aparato indevidamente instalado, o oficial rumou para o deserto do Arizona e ligou a turbina. Moral: o carro explodiu após praticamente voar pela estrada, mandando o tal sargento pelos ares. Reza a lenda que o adesivo "Como estou dirigindo?" foi encontrado entre os destroços do veículo. (Estados Unidos, 1995)

 . Lugar e hora errada: um assaltante novato tentou roubar uma loja de armas(!) portando apenas um revolver. Além de não se ater a este detalhe, ele ainda foi capaz de ignorar o carro patrulha que estava estacionado do outro lado da rua. Após disparar um tiro, o infeliz foi praticamente fuzilado pelos policias, pelo dono da loja e por todos os clientes que ali estavam. Ninguém se feriu. (Estados Unidos, 1990)

 . Roleta russa da pesada: três amigos bebiam num boteco quando um deles voltou com uma mina terrestre anti-tanque, que estava em seu quintal por mais de 25 anos. Com o artefato na mesa o trio passou a jogar roleta russa, tomando um trago de bebida e posteriormente batendo na mina. Minutos depois e " boom": não sobrou nenhum pedaço dos amigos pra contar história. (Camboja, 1999)

  Perseguidor implacável: um rapaz dirigia seu carro quando ouviu as sirenes de uma viatura policial pedindo que ele parasse. Sem pestanejar o jovem acelerou e iniciou uma perseguição dentro de alguns campos do estado do Colorado. Ainda dirigindo ele sacou uma arma e apontou-a para trás, sem poder virar para observar exatamente onde estava a polícia, afinal, ele estava dirigindo em alta velocidade. Dos quatro tiros disparados dados sobre o seu ombro um acertou sua cabeça, encerrando a perseguição e deixando os guardas perplexos. (Estados Unidos, 2002)

 . Na linha do trem: durante a madrugada um homem teve de parar seu carro após o mesmo quebrar na estrada. Preocupado ele desceu e, caminhado pelas redondezas, ligou para pedir que alguém da cidade lhe ajudasse. O problema foi que o cidadão tapou a orelha que não estava encostada no celular com a mão, e não ouviu o trem se aproximar dele, que sem saber estava parado em cima dos trilhos. (Estados Unidos, 2002)

 . Vasectomia natural: um assaltante inglês entrou no supermercado e roubou duas lagostas vivas para comer. O problema foi que ele escondeu os animais dentro de suas calças. Não é necessário dizer que os crustáceos utilizaram suas garras para acertar seu genital e impedi-lo de sair da loja consciente. Este é um dos raros casos onde o vencedor do prêmio não morreu, mas mesmo assim extinguiu seus genes (au!). (Inglaterra, 2000)

 . Caminhão bomba!: O brasileiro Manoel Messias Batista Coelho era responsável pela limpeza interna de tanques de caminhões de gasolina. Parte do procedimento consiste em encher o tanque com água, para forçar a saída do vapor inflamável do veículo. Depois de iniciar o processo o empregado retornou e, na dúvida, iluminou o interior do tanque com um isqueiro para ver o nível de água. Na hora o caminhão explodiu, limando sua existência em segundos. (Brasil, 2003)




Estudante morre após cair onze andares durante um campeonato de cuspe à distância em seu vigésimo aniversário, afirmou a polícia canadense.


O estudante da Ottawa-Carlten University bebia com os amigos quando, em uma tentativa heróica de cospir o mais longe, de uma varanda, dá início a uma corrida, tropeça e despenca do décimo primeiro andar.


De acordo com a polícia, não passou de um trágico acidente.


Homem morre sufocado dentro de um preservativo:

Gary Ashbrook, de 31 anos, foi encontrado morto na cama de sua casa em Newhaven, East Sussex. Ele estava nu e com uma camisinha enfiada na cabeça, o que fez com que morresse de asfixia. Junto ao corpo foram encontradas latas de aerososl de óxido nitroso, mais conhecido como “gás hilariante”. O homem com quem Gary dividia o apartamento, Michael Young, contou que ele tinha o hábito de colocar a camisinha cheia do gás em sua cabeça a fim de obter satisfação sexual. O-K.
  Advogado morre demonstrando como as janelas do prédio eram seguras:
Garry Hoy, um advogado de 38 anos e sócio do Holden Day Wilson Law escritório de advocacia em Toronto, Canadá, pulou para sua morte, em 9 de julho de 1993, depois que ele atirou-se contra uma janela no 24 º andar do Toronto-Dominion Centre, em uma tentativa de provar que o vidro era “inquebrável” para um grupo de estudantes de direito que estavam de visita.
mortes estranhas de gente famosa
Bon ScottVocalista do AC/DC, morreu em 19 de fevereiro de 1980, engasgado no próprio vômito

an Curtis
O vocalista do Joy Division se enforcou aos 23 anos. O restante da banda formou o New Order mais tarde.
.
Jimi Hendrix
Morreu engasgado com o próprio vômito, após uma overdose de barbitúricos

John Bonham
O baterista do Led Zeppelin morreu na casa de Jimmy Page, na cama. Sufocou-se com seu vômito depois de ter tomado 40 doses de vodca com suco de laranja.

Rory Storm
Baterista e líder da Merseybeat, ele tomou uma overdose de pílulas em 1974. Tinha um pacto suicida com sua mãe, que foi encontrada ao lado do corpo dele.

Sid Vicious
O baixista do Sex Pistols morreu de overdose de heroína durante uma festa de boas vindas na casa de sua mãe. A festa foi para comemorar a libertação do músico, que estava na cadeia, por ter assassinado sua namorada Nancy a facadas. O caso é um dos maiores mistérios do rock, a polícia nunca conseguiu comprovar que ele era culpado e Sid jurava não lembrar de nada.

Vic Morrow foi um famoso ator americano, muito conhecido por participar de filmes nas décadas de 50, 60 e 70, e que sofreu em 1982 uma das mortes mais trágicas da história do cinema, em uma cena de fazer inveja aos grandes filmes de terror.

Durante as filmagens de “Twilight Zone - The Movie” (no Brasil, "No Limite da Realidade"), Morrow interpetrava um militar que, em uma cena de guerra, resgatava duas crianças e as levava para um helicóptero.

Tudo ia muito bem até que o helicóptero ficou fora de controle, caindo na área em que Vic Morrow estava com as crianças.

Morrow e uma das crianças (Myca Dinh Le, 7 anos) foram decapitados no acidente. A outra (Renee Shin-Yi Chen, 6 anos) escapou das hélices, mas foi esmagada pelo helicóptero.

Os seis tripulantes do “helicóptero assassino” sofreram apenas ferimentos leves.

Devido ao acidente, as gravações do filme foram suspensas, e em consequência, o diretor John Landis e Steven Spielberg foram processados.

Brandon Lee Faleceu durante as filmagens de "O Corvo".
Uma das cenas filmadas para o filme requeria que uma arma fosse carregada, engatilhada e apontada para a câmara mas, por causa da curta distância do tiro, a munição carregada era de verdade mas sem pólvora.

Após a realização desta cena, o assistente do armeiro limpou a arma para retirar as cápsulas, derrubando um dos projéteis no cano.
A arma foi carregada com festim (que normalmente tem duas ou três vezes mais pólvora do que um projétil normal, para fazer um barulho alto). Lee entrou no set com um saco de supermercado contendo uma bolsa explosiva de sangue artificial.
O projétil que estava preso no cano foi involuntariamente disparado em Lee, atravessando o saco que ele trazia, causando perfurações em seus órgãos internos e partindo sua coluna vertebral, causando sua morte por hemorragia interna, mesmo com a desesperada tentativa de uma cirurgia de seis horas para retirar a bala

Houve rumores de que os negativos com a filmagem de sua morte teriam sido destruídos sem que nunca fossem revelados. No entanto, segundo fontes extra-oficiais, a trágica cena foi incluída na edição final do filme.
Existe praticamente um consenso entre os defensores dessa tese a respeito de qual é a tétrica cena: trata-se do momento em que Eric Draven, o personagem de Brandon, é alvejado por diversos policiais e o impacto do tiro que o matou arremessa o seu corpo para trás, fazendo com que ele atravesse a janela às suas costas.
É provável que realmente seja essa cena, pois há uma nítida incoerência na continuidade: Eric, alvejado, atravessa a janela de costas e está caindo em direção ao chão, mas na tomada seguinte(quando os estilhaços do vidro ainda estavam caindo ao solo) ele já está ereto e se agarra ao parapeito da sacada do prédio, inclusive já estando de frente para o mesmo, algo que seria inteiramente impossível.

Em toda a sequência seguinte à cena da quebra da janela, quando Eric foge da perseguição policial, o seu rosto não é focalizado em momento algum pela câmera, exceto já quase ao final da mesma e de forma bem rápida e ainda estando parcialmente encoberto, quando ele se levanta após uma queda.
Em slow-motion, no entanto, é possível verificar que o rosto do ator que interpreta Eric Draven naquele momento não tem nem sequer a mais remota semelhança com a fisionomia de Brandon, sendo que nesta cena não se fazia necessária a presença de um dublê, pois não se trata de uma cena perigosa, apenas se levanta do chão e sai andando, a cena rendeu a Brandon Lee muita popularidade e após sua morte The Crow ainda teve continuidade, porém, sem o expressivo sucesso do primeiro filme.
Papa João XII 
* 937 †964
Quem foi: papa italiano no século 10
Como morreu: espancado por um marido traído
Um duque romano poderoso fez com que seu filho se tornasse o papa João XII, quando este tinha só 18 anos. O pontificado dele, porém, não durou muito: chegou ao fim quando o marido de uma amante do jovem papa resolveu acertar as contas com sua eminência. O "Papa Ricardão I" se deu mal e faleceu depois da surra
Sonny Bono 
*1935 †1998
Quem foi: cantor — autor do hit "I Got You Baby" (1965) — e ex-marido da atriz Cher
Como morreu: estatelou-se numa árvore
Bono estava de férias com a família no Heavenly Ski Resort, uma estação de esqui na Califórnia, nos Estados Unidos. Ele era um esquiador experiente e freqüentava a mesma estação havia mais de 20 anos. Em sua derradeira aventura montanha abaixo, porém, Bono, numa cena típica de cartoon, chocou-se violentamente contra uma árvore
Ésquilo 
*525 †455 a.C.
Quem foi: primeiro grande dramaturgo grego, autor de Prometeu Acorrentado
Como morreu: atingido por uma tartaruga
Considerado o "pai da tragédia", Ésquilo teve uma morte digna de comédia pastelão: um urubu que voava perto dele soltou uma tartaruga que esmagou sua nobre careca ateniense! Bem, pelo menos é isso que ficou registrado nos anais da história grega. Mas especialistas acreditam que o episódio bizarro foi inventado por um desafeto de Ésquilo!

Isadora Duncan 
*1877 †1927
Quem foi: bailarina e professora americana, precursora da dança moderna
Como morreu: estrangulada pela própria echarpe
Grande nome da dança mundial, Isadora Duncan vivia sozinha em Nice, na Riviera Francesa, quando sofreu um acidente fatídico. Durante um passeio de carro, ela usava uma echarpe longa — coisa de diva glamurosa. O acessório acabou se enroscando na roda traseira do veículo e estrangulando a bailarina
Tennessee Williams 
*1911 †1983
Quem foi: dramaturgo e escritor americano, autor de Um Bonde Chamado Desejo e Gata em Teto de Zinco Quente
Como morreu: engasgado com uma tampinha de remédio
Autor consagrado, Tennessee Williams foi um dos maiores dramaturgos do século 20, mas teve um final de vida melancólico. Viciado em pílulas para dormir e em álcool, ele estava usando um remédio spray para o nariz quando colocou a tampinha do produto na boca. Enquanto aplicava o spray, Williams engoliu o objeto e morreu engasgado!
René Goscinny 
*1926 †1977
Quem foi: roteirista francês, um dos criadores do personagem Asterix
Como morreu: teve um ataque cardíaco duranteum check-up
Precavido, o roteirista resolveu fazer um exame de rotina para verificar como andava sua saúde. 
Lá pelas tantas, pintou um exercício físico no check-up para avaliar a saúde cardíaca de Goscinny. Ele estava malhando quando de repente teve um ataque fulminante. Ficou mais que comprovado que ele sofria de problemas no coração...
  - Rick Nelson (1940 - 1985)

Causa mortis: explodiu o avião que pilotava ao acender um cigarro de maconha e cocaína

O cantor, ator e pai dos irmãos gêmeos Nelson morreu em 31 de dezembro de 1985 ao acender um freebase (cigarro de maconha e cocaína) enquanto pilotava a aeronave em que ele, a noiva Helen Blair e os cinco membros do Stone Canyon Band estavam. Que cara incompetente... morrer por causa de um baseado...
- Marvin Gaye (1939 - 1984)

Causa mortis: assassinado com um tiro pelo próprio pai

Marvin Gaye é um artista que para sempre será lembrado como um dos grandes nomes do R&B e do Soul. Intérprete de canções que são verdadeiros clássicos destes gêneros, como"What's Going On", "Sexual Healing", "I Heard it Through the Grapevine" e "Ain't no Mountain High", Gaye sentiu o gosto do sucesso nas décadas de 60 e 70, principalmente, quando ainda era um músico da grande gravadora Motown. Nos anos 80 o artista não desfrutava do prestígio de outrora, andava depressivo e temia uma suposta tentativa de assassinato. Gaye brigava muito com seu pai, o pastor Marvin Pentz Gaye, e inúmeras foram as tentativas de suicídio. Até que um dia, mais precisamente em 1º de abril de 1984, um dia antes de seu aniversário de 45 anos, a voz de Marvin Gaye se calou. Durante uma discussão, Marvin Gaye, o artista genial que era, foi morto por seu próprio pai com um tiro disparado pela arma que ele mesmo havia presenteado o pastor tempos antes.







 Brad Delp (1951 - 2007) Causa mortis: Envenenamento por monóxido de carbono

O vocalista da banda Boston cometeu suicídio através de uma maneira bastante inusitada: ele conectou o cano de escape de seu carro (ligado, é claro) com uma mangueira ao sistema de ventilação de seu banheiro. Delp foi encontrado por sua noiva, Pamela Sullivan, no chão do banheiro com a cabeça apoiada em um travesseiro.
Keith Relf (1943 - 1976)  Causa mortis: eletrocutado pela própria guitarra dentro de uma banheira

O ex-vocalista da ex-banda de Eric Clapton e Jimmy Page, Yardbirds, achou que era à prova de choque e inventou de tocar guitarra dentro da banheira (cheia d'água, diga-se de passagem) de sua casa. Seu filho Danny o achou morto ainda usando fones de ouvido.