Marcadores

sábado, maio 26, 2012

EM TORNO DA PRECE





Alexandre Braga

Nas ânsias da alma cativa
As trevas da expiação,
Oração é chama viva
Em meio da escuridão.

Nas águas da desventura.
Ao urros do caos violento,
Oração é nau segura,
Varando monção e vento.

Nos espinheiros de dor,
Pés sangrando na subida,
Oração é como a flor
Deitando perfume e vida.

Nos dias de céu convulso,
Sob névoa densa e fria,
Oração é novo impulso
De esperança e de alegria.

Seja na luta ensombrada,
Seja na paz cristalina,
Em todo passo da estrada,
Oração é luz divina.