Marcadores

terça-feira, maio 22, 2012

DA VERDADE E DO PERDÃO




Augusto de Oliveira

Verdade lembra estrela
Quebrada em montão de lodo,
Cada pessoa que a busca,
Encontra parte do todo.

Eis a norma da vingança
De formação garantida:
Desculpar sem condições
A quem nos golpeia a vida.

Não olhes faltas alheias...
Na Terra, em qualquer lugar,
Não há ninguém que não tenha
Alguma conta a pagar.

Recebe sem amargura
Separação e insucesso,
Se não houvesse mudança,
Não haveria progresso.

Ensinamento que a vida
Expõe sem qualquer disfarce:
Ninguém procure prender
Quem procura libertar-se.

Se sofres, pensa no tempo,
O sábio sereno e mundo.
Entrega as mágoas ao tempo
                                            Que o tempo resolve tudo.